Última hora
recent

Diretor da Escola Estadual de Ensino Médio, Prof. Francisco Valdemir, Divulga Nota de Esclarecimento

Dado a situação climática que vivenciamos na escola, pelo fato do ambiente ser fechado, o calor se torna insuportável. E parte da imprensa local tem incisivamente feito comentários a nosso respeito sobre o assunto. Também fomos questionados pelos vereadores do município por que não climatizávamos as salas de aulas, uma vez que obtiveram informação SEE que tínhamos dinheiro em caixa suficiente e poderíamos usar para tal fim. E que a não “climatização seria um problema de gestão”. Ou seja, do atual gestor.
Muitas vezes se fala      sem conhecimento de causa, sem a oportunidade do contraditório, e sem as informações corretas e concretas. Por esse motivo, resolvemos fazer alguns esclarecimentos internos (reunião com Professores e Conselho Escolar), aos nobres vereadores o qual já fizemos, e por último a nossa comunidade através das redes sociais.
Estamos fechando esse segundo ciclo de oito anos de administração escolar como diretor e nunca tivemos problemas nas nossas prestações de contas, somos uma das únicas escolas do Estado em dia com seus recursos diante do MEC. Ou seja, estamos adimplentes. E bom frizar, que esses recursos são estritamente prioritários para as questões pedagógicas em sala de aula atendendo o currículo do aluno, e na suficiência deste, se aplica os produtos de capital, repara e manutenção da Unidade de 
Ensino.
No momento a escola conta com quatro recursos diferentes, e de semelhante valor: PDDE/SEE, PDDE Qualidade, PDDE Estrutura e FNDE/Educação Básica. Com exceção do primeiro recurso, todos os outros tem seus valores de capital/custeio, definido pelo MEC, não sendo permitido a alteração, e muito menos juntada de recurso para aumentar os valores. A prestação de contas de cada recurso é feito separadamente. E o Plano de Ação (Base de Dados) encaminhado para setores diferentes.
A Gestão Financeira da escola é diferente de nossa gestão pessoal, não podemos sair comprando tudo que julgamos prioridade sem prévio planejamento, precisamos ajustar cada valor dentro de seu devido programa/recurso, e na maioria das vezes o que é destinado a capital não dar para comprar o que almejamos.
A “climatização” sempre foi prioridade nossa, mas dado a necessidade de mexer na infra-estrutura (baixando o forro ou fechando todas as fretas de madeira e alumínio de onze salas de aula), e a instalação elétrica (mudar a fiação e transformar em 220v), e sem recursos para executar tal ação. A recente reforma realizada na escola e as adaptações não contemplaram instalação de ar condicionado. Portanto, mais uma vez a escola precisa da parceria do Estado para climatizar as salas de aulas.
A escola lida com mais de mil e trezentos alunos divididos em três turnos, e sempre cumpre fielmente se projeto financeiro de forma consciente e responsável. Somos transparentes dentro e fora dela, estamos pronto e apto a fazer qualquer esclarecimento a nossa comunidade, assim como fizemos hoje com uma comitiva seleta de Vereadores que nos visitaram.
Professor Francisco Valdemir Tavares da Silva
Diretor – Escola de Ensino Médio José Gurgel Rebello
fonte  acrefeijonew.blogspot.com.b
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.