Família é brutalmente assassinada em chácara localizada na BR-317 - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Família é brutalmente assassinada em chácara localizada na BR-317

Família é brutalmente assassinada em chácara localizada na BR-317

Share This
Uma família foi brutalmente assassinada a golpes de facão numa chácara situada no Ramal Quinauá, quilometro 02, Lote 204, no Baixa Verde, situada na BR- 364, área rural, sentido Boca do Acre. O crime teria ocorrido, supostamente, entre a noite do sábado, 26, e madrugada do domingo, 27.
O corpo do casal de idosos Orlinda Timóteo da Silva, 83 anos, Osvaldo Macário, 75 anos e do filho Acrinaldo Souza de Macedo, 42 anos, foram encontrados dentro da residência.
O crime macabro e envolto em mistério fez com que a equipe acionasse de imediatamente reforço policial, já que uma ligação anônima dava conta, por meio do Ciosp – que os corpos estariam dentro de um veículo modelo Corsa, mas quando a equipe chegou ao local não foi identificado carro algum.
A filha da idosa assassinada foi quem recepcionou a polícia e informou que os corpos estariam dentro da casa. A equipe de polícia acionou também peritos do Instituto Médico Legal (IML) e da Polícia Civil.
A princípio nem um dos moradores quis prestar informações, somente a filha da vítima, Clemilda, informou aos agentes que era por volta das 10 horas da manhã do sábado, 26, quando teria ido à casa dos pais e, lá estavam quatro pessoas estranhas das quais a mesma identificou apenas um deles, como sendo: Tadeu (vulgo Deuzim), morador temido na região por ser violento. Ele estaria acompanhado de outros três homens e uma mulher.
Segundo a filha da vítima, os homens estariam matando um porco para assar e ingerindo bebida alcoólica. Um vizinho informou a polícia que a bebedeira teria se estendido por todo o dia, mas não soube informar se viu alguma movimentação estranha no local.
A filha informou ainda que pediu que seu filho de criação voltasse a casa de sua mãe duas horas depois, por volta das 12 horas, a fim de buscar carne de porco. Ao voltar o menino teria informado que os estranhos ainda bebiam e comiam no local.
Na manhã do domingo, 27, Clemilda foi à casa dos pais e afirmou ter encontrado a mãe, o padrasto e o irmão mortos. Com base no relato das testemunhas, uma equipe foi deslocada a casa de “Deuzim”, situada a poucos metros do local do crime, e lá encontraram um par de sapato e uma bermuda lavadas, supostamente com intuito de esconder as manchas de sangue.
A polícia ainda não tem pista do paradeiro doss suspeitos, mas deu início às investigações, a fim de elucidar o caso que chocou os morados do Baixa Verde.
fonte  www.ac24horas.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages