Imprensa nacional diz que Rio Branco vive clima de terror. Governador e prefeito fazem reunião às pressas - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Imprensa nacional diz que Rio Branco vive clima de terror. Governador e prefeito fazem reunião às pressas

Imprensa nacional diz que Rio Branco vive clima de terror. Governador e prefeito fazem reunião às pressas

Share This
Pelo menos quatro incidentes foram registrados até às 18 horas desta terça-feira envolvendo transportes coletivos nos seguintes bairros: Santa Inês, Ibson Pinheiro, Tucumã e Taquari. Os criminosos reagiram muito rapidamente às declarações do secretário de Segurança, Emylson Farias, de que as forças policiais estão a postos e dispostas ao enfrentamento para garantir a ordem.
Nas redes sociais, vários grupos que atuam exclusivamente no noticiário policial postam imagens e alertas sobre ocorrências diversas. Muitas informações são desencontradas. Outras, porém, despertam a preocupação das autoridades. Jornalistas informaram que houve uma compra considerável de gasolina em postos da cidade.
O governador Tião Viana e o prefeito Marcus Alexandre se reuniram, em caráter emergencial. O encontro deve tirar orientações de como a PM e a Polícia Civil devem agir nas ruas na noite desta terça-feira e no decorrer da semana. O governo ainda não confirmou a chegada dos 100 homens da Força Nacional, anunciados pelo líder do governo, deputado Daniel Zen.
A foto do ônibus incendiado que ilustra esta reportagem, foi publicada no grupo comunicadores do Acre.
onibus
A caminhonete F-4000 de cor vermelha incendiada na madrugada desta terça-feira pertence ao irmão de um agente penitenciário. O rapaz, que trabalha no Presídio Antônio Amaro, onde estão recolhidos os supostos líderes de facções criminosas, dormia no momento do ataque. Ele mora com um irmão e o veículo foi deixado do lado de fora da residência, no Bairro Cidade Nova.
O agente penitenciário, cujo nome a reportagem não irá revelar, já vendeu seus bens e está indo embora para Porto Velho (RO), onde foi aprovado num concurso. Ele exercerá as funções de analista de sistema. Procurado, o agente penitenciário não quis gravar entrevista.
Para o Sindicato dos Agentes Penitenciários, há um planejamento criminoso para tentar dificultar o trabalho dos agentes. Na última semana, um vídeo caiu nas redes sociais, supostamente produzido por integrantes do Bonde dos 13, um braço do Primeiro Comando da Capital e do Comando Vermelho. A autenticidade do vídeo está sendo investigada em inquérito sigiloso aberto pela Polícia Civil. O Iapen, Instituto de Administração Penitenciária, também investiga se os dez nomes citados no vídeo correspondem a agentes penitenciários em atividade.
A prefeitura decidiu reduzir a quantidade de ônibus nas linhas. "Mas todas vão operar até a última viagem que é às 23h. Por medidas de segurança também não haverá agora a noite parada", informou a jornalista Andréia Oliveira, da Assessoria de Imprensa do Governo do Acre. A decisão foi tomada em reunião do governador com o prefeito de Rio Branco. A PM decidiu, ainda, destacar 50 militares para guarnecer os ônibus que fazem as linhas mais longas e mais vulneráveis, já a partir da noite desta teça-feira. Os militares trabalharão em duplas. " O policiamento será reforçado nos terminais, inclusive com policiamento ostensivo. Todo o nosso esforço é para não prejudicar o sistema de transporte coletivo da cidade e prejudicar as pessoas, mas também estamos prezando pela segurança", declarou a porta-voz do governo. A foto do ônibus queimado acima é da jornalista Aline Nascimento,
Subiu para 7 o número de veículos incendiados nas últimas horas em Rio Branco. Por volta das 15 horas, mesmo horário em que ocorria a entrevista coletiva do secretário de Segurança afirmando que os atentados estão sendo ordenado de dentro do presidio estadual, um ônibus da linha norte-sul foi atacado por criminosos.
Segundo informações do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), o  principio de incêndio aconteceu na parada final do bairro Santa Inês.
De acordo com informações de pessoas ligadas ao transporte coletivo, os motoristas e cobradores ameaçam paralisar as atividades a partir das 18 horas por medo de ações criminosas.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Tranporte Coletivo, Marcos Costa, afirmou que estão em reunião com membros da Prefeitura de Rio Branco para decidir a melhor atitude a ser tomada.
“Estamos indo agora para uma reunião na prefeitura para decidirmos o que fazer. Queremos resguardar a segurança do nossos trabalhadores, mas temos que pensar numa forma de fazer isto”, declarou.
A onda de incêndio a veículos começou horas depois de dois assaltantes terem sido assassinados. De acordo com informações de uma fonte que não quis se identificar, os suspeitos mortos seriam integrantes da facção criminosa “Bonde dos 13” e, portanto, os atentados estão sendo encarados como represálias.
fonte  http://vejadetudo.com.br/ 

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages