Última hora
recent

No Acre, bancos privados e Banco do Brasil decidem encerrar greve

Após 21 dias em greve, os funcionários de bancos privados e do banco do Brasil decidiram aceitar a proposta da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e encerrar a greve da categoria. Os atendimentos, nessas agências, devem retornar nesta terça-feira (27).
Os funcionários da caixa Econômica Federal E Banco da amazonia , entretanto, decidiram permanecer paralisados.
A decisão foi anunciada pelo presidente do Sindicato dos Bancários do Acre (Seeb-AC), Edmar Batistela, após a assembleia realizada pela categoria, nesta segunda-feira (26), em Rio Branco. Ainda segundo ele, ficará a critério de cada agência o estabelecimento ou não de um esquema especial para atender a demanda acumulada de clientes.
A proposta aprovada pela categoria garante um reajuste salarial de 10%. Aumento de 14% no ticket e vale refeição e ainda 10% a mais na Participação de Lucros e Resultado (PLR) de 2014, com um reajuste ainda em 2015.
No Acre, os funcionários de bancos aderiram ao movimento nacional, deflagrando greve por tempo indeterminado, no dia 6 deste mês. A interrupção das atividades, segundo o sindicato da categoria, atinge 100% das agências, com apenas 30% do serviço sendo mantido, de forma interna. O atendimento do público foi suspenso.
Permaneceram disponíveis para atendimento do público apenas formas alternativas, com caixas eletrônicos, internet, aplicativos de celular, telefone, Casas Lotéricas, agências de Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos credenciados.
Inicialmente, o reajuste salarial pedido pelos bancários, segundo Edmar Batistela, era de 16%, com um piso de R$ 3.299,66. A Febran , no início do mês, havia oferecido apenas 5,5%, porcentagem amplamente rejeitada pela categoria.
fonte   g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.