Última hora
recent

Vigia é preso quando fazia sexo oral em menino de 11 anos no Acre


imagen imlustravita da internete
Um vigia de 36 anos foi preso em flagrante no momento em que fazia sexo oral em um menino de 11 anos. De acordo com a Polícia Civil, o homem foi preso no escritório da obra em que ele trabalhava, no bairro Irineu Serra, em Rio Branco. A prisão ocorreu na noite desta quinta-feira (22) e o caso foi apresentado nesta sexta-feira (23). O suspeito teria confessado o crime durante depoimento na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente (Depca).
De acordo com a delegada Elenice Frez, os abusos ocorriam há aproximadamente um mês. “A criança confirmou que a prática sexual consistia em sexo oral por parte do autor na criança. Ela negou outro tipo de contato sexual, como fazer sexo oral no autor e penetração anal”, afirma.
Em depoimento à polícia, a criança teria dito ainda que em troca de permissão para que os abusos ocorressem, teria recebido um celular, um vídeogame e dinheiro.
O caso chegou até a polícia após uma denúncia anônima. “Os policiais foram até o local e ficaram horas em campana. Eles lancharam, jogavam vídeogame, depois as portas se fecharam e o abuso começou. Quando os agentes tiveram certeza de que estava tendo uma relação sexual entre o autor e a vítima, invadiram o local e efetuaram a prisão em flagrante”, conta a delegada.
O caso será encaminhado para o Conselho Tutelar e, segundo a delegada, devem ser instauradas medidas administrativas contra a mãe do menor, já que há suspeita de que ela possa ter sido negligente. “Ao final do inquérito policial vai ser possível saber se há alguma forma legal de responsabilizar essa mãe criminalmente”, diz.
A polícia acredita que podem haver outras vítimas e pede que os pais procurem a delegacia, caso desconfiem de algo. “Há desconfiança de que outras crianças também frequentavam o local”, diz.
A delegada fez ainda um alerta para que os pais fiquem atentos a possíveis sinais de que os filhos estejam sendo vítimas de abuso.
“Se seu filho chega em casa com celular, dinheiro, brinquedo ou qualquer outra coisa que não tenha sido dada por você ou alguém de extrema confiança, já é um motivo para que se desconfie dessa situação. É um dos principais indicadores que uma criança pode estar sendo vítima de abuso sexual ou algum tipo de exploração”, alerta.
fonte  www.pagina20.net
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.