Última hora
recent

Diferença de salários entre homens e mulheres no Acre é pequena, diz IBGE

O Estado com menor diferença de salários entre homens e mulheres é no Acre. A informação é da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada sexta-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
De acordo com a publicação, o salário delas é 10% menor que o deles. O estado só está atrás do Amazonas, onde a diferença é de 9%; em Roraima, onde o salário da mulher é 4% menor e no Amapá, cuja a diferença fica em 2%. Entre esses Estados, o salário médio das mulheres é maior no Amapá, R$ 1.703 e Roraima, R$ 1.629.
O estudo aponta que o Estado com maior diferença de salários é Santa Catarina. Por lá, a mulher ganha R$ 2.036 em média e o homem R$ 2.408, diferença de 36%. Em Goiás, esse percentual é de 34% e em Paraná e São Paulo, elas recebem 33% a menos.
Nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rondônia, Bahia e Paraíba, essa diferença de salários varia entre 32% e 20%. No Tocantins, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Piauí e Ceará, Pará, Maranhão e Alagoas a mulher ganha entre 19% e 11% a menos.
Apesar de a diferença estar entre as menores em Alagoas e no Ceará, nesses Estados o salário médio delas não passa de R$ 983 e dos homens não ultrapassa R$ 1.105. São as duas unidades da federação, onde a remuneração média dos empregados é inferior a R$ 1 mil reais.
fonte  http://contilnetnoticias.com.br/
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.