Última hora
recent

Diferença de salários entre homens e mulheres no Acre é pequena, diz IBGE

O Estado com menor diferença de salários entre homens e mulheres é no Acre. A informação é da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada sexta-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
De acordo com a publicação, o salário delas é 10% menor que o deles. O estado só está atrás do Amazonas, onde a diferença é de 9%; em Roraima, onde o salário da mulher é 4% menor e no Amapá, cuja a diferença fica em 2%. Entre esses Estados, o salário médio das mulheres é maior no Amapá, R$ 1.703 e Roraima, R$ 1.629.
O estudo aponta que o Estado com maior diferença de salários é Santa Catarina. Por lá, a mulher ganha R$ 2.036 em média e o homem R$ 2.408, diferença de 36%. Em Goiás, esse percentual é de 34% e em Paraná e São Paulo, elas recebem 33% a menos.
Nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rondônia, Bahia e Paraíba, essa diferença de salários varia entre 32% e 20%. No Tocantins, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Piauí e Ceará, Pará, Maranhão e Alagoas a mulher ganha entre 19% e 11% a menos.
Apesar de a diferença estar entre as menores em Alagoas e no Ceará, nesses Estados o salário médio delas não passa de R$ 983 e dos homens não ultrapassa R$ 1.105. São as duas unidades da federação, onde a remuneração média dos empregados é inferior a R$ 1 mil reais.
fonte  http://contilnetnoticias.com.br/
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.