nove municípios acreanos em situação de risco e alerta para dengue - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
nove municípios acreanos em situação de risco e alerta para dengue

nove municípios acreanos em situação de risco e alerta para dengue

Share This
O Ministério da Saúde (MS) divulgou o resultado do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti  (LIRAa)  em todo o país. Os dados revelaram um  índice de 199  municípios em situação de risco de surto de dengue, chikungunya e zika. O relatório classificou o risco em cada município pelas cores verde (satisfatório), amarelo (alerta) e vermelho (risco).
No panorama geral, o LIRAa identificou 665 municípios em alerta para casos de dengue, com 1% a 3,9% dos imóveis com focos do mosquito, e 928 com índices satisfatórios, com menos de 1% das residências com larvas do mosquito em recipientes com água parada. Entre as 18 capitais que o Ministério da Saúde recebeu informações sobre o LIRAa, apenas Rio Branco (AC) está em situação de risco.
Dos 22 municípios acreanos somente 16 foram listados no relatório. Sete deles obtiveram índices satisfatórios: Acrelândia, Bujari, Feijó, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Sena Madureira e Tarauacá. Outros quatro municípios estão em situação de risco: Rio Branco, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri e outros cinco em estado de alerta: Capixaba, Cruzeiro do Sul , Mâncio Lima, Senador Guiomard e Porto Acre.
O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Antônio Nardi, explicou que o mapeamento é um retrato da situação das áreas endêmicas em cada município e deve ser usado para desencadear ações de combate ao mosquito. “O estudo pode orientar as ações de controle de infestação do mosquito Aedes aegypti.” Segundo o secretário, a ideia é que todo sábado seja dia D de combate ao mosquito à dengue.
fonte  www.ac24horas.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages