Cratera engole mais da metade da pista da BR-364 entre Sena e Manoel Urbano - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Cratera engole mais da metade da pista da BR-364 entre Sena e Manoel Urbano

Cratera engole mais da metade da pista da BR-364 entre Sena e Manoel Urbano

Share This
Os problemas se agravam todos os dias na BR-364, e agora, em um trecho no quilômetro 5, entre os municípios de Manuel Urbano e Sena Madureira, onde se formou uma cratera que tomou conta de mais da metade da pista, dificultando a passagem dos veículos.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) se encontra no local orientando os condutores para que não aja qualquer tipo de incidente. “Se já estava difícil andar nessa estrada, imagine agora”, disse um morador de Feijó que viajava com a família.
A estrada, que custou cerca de R$ 2 bilhões e vem apresentando problemas nos trechos entre Manuel Urbano, Feijó, Tarauacá até Cruzeiro do Sul, começa a ampliar sua degradação com a chegada do inverno. Se já não estava fácil vencer os atoleiros, os condutores reclamam da grande quantidade de buracos.
A situação deverá se agravar com os problemas de desbarrancamentos durante o período invernoso. Mais uma dor de cabeça para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pela estrada.
Nas últimas semanas, diversas pessoas que passaram as festas do final do ano passado nos municípios ligados pela BR 364, registraram diversas partes da estrada com atoleiros e buracos.
BURACO_03
As reclamações e debates entre políticos – e pessoas de diversos segmentos da sociedade – gerou uma repercussão nas redes sociais. Os políticos de oposição culparam as administrações petistas que passaram pelo governo do Estado, que segundo eles, vêm prometendo asfaltar a estrada há quase 20 anos.
Os jornalistas Aldejane Pinto e Jota Cavalcante, de Sena Madureira, estiveram nesta segunda-feira (11), onde se rompeu parte da estrada, e fizeram um vídeo mostrando a situação do local. “Há um risco grande de interdição da BR-364”, disse Pinto.
Estamos preocupados porque tem caminhões com muito peso passando por aqui. “Já comunicamos ao Dnit sobre o desbarrancamento deste trecho; acredito que vai ser difícil fazer esta obra de imediato”, disse um policial rodoviário federal, que esteve no local.
fonte   contilnetnoticias.com.

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages