Última hora
recent

jovem quer vender cabelo para terminar de construir casa

Casada há pouco mais de um mês e precisando de dinheiro para terminar a construção da casa, a estudante de medicina veterinária da Universidade Federal do Acre (Ufac), Alissa Antunes, de 22 anos, decidiu colocar à venda 40 centímetros do cabelo dela, completamente natural.
"Eu casei há pouco tempo e estamos precisando de dinheiro. A gente precisa fazer algumas coisas na casa, alguns acabamentos. Tenho 40 centímetros de cabelo completamente sem química e resolvi vender após as minhas tias me alertarem que eu poderia fazer isso", conta.
Além de Alissa, o marido dela, que é professor, também está tentando levantar dinheiro vendendo livros. "No desespero, a gente vende tudo o que pode. Estou tentando todas as formas de conseguir dinheiro porque a nossa casa precisa de algumas finalizações, como o portão que ainda não temos", explica.
A estudante relata que chegou a ter uma proposta de R$ 500 pela quantidade do cabelo, mas que achou pouco e não conseguiu negociar o valor. Na publicação em sua página oficial do Facebook, a jovem tentar vender por ao menos R$ 800.
De acordo com o cabeleireiro Fagner Jorge Martins, de 31 anos, que compra e vende cabelos, em média, o valor cobrado para um pedaço de cabelo de 40 centímetros é de R$ 200 a R$ 300. "Isso eu comprando da cliente, mas quando repassamos cobramos até R$ 500 mais a manutenção. O meu preço está bem abaixo do valor de mercado para vender. Tem salão que vende até de R$1.500", explica.
Martins diz também que 40 centímetros de cabelo não é considerado por profissionais um tamanho grande. "Os tamanhos considerados grandes são geralmente entre 50 a 60 centímetros para cima. Os mais valorizados são os loiros e ondulados. Em lojas especializadas, eles costumam vender a grama do cabelo", explica.
Alissa casou há menos de um mês e está tentando levantar dinheiro para terminar de construir a casa  (Foto: Alisso Antunes/Arquivo pessoal )
fonte  Do G1 AC
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.