Última hora
recent

Prefeito de Tarauacá corta salário de comissionados e reduz terceirizados da prefeitura e também resolveu tirar do próprio bolso: 20% do salário para a conta da prefeitura

Preocupado com a crise financeira que atinge o Município de Tarauacá, o prefeito Rodrigo Damasceno (PT) tomou uma decisão radical: cortou 20% do salário de todos os ocupantes de cargos comissionados, incluindo secretários municipais, e reduziu 20% da quantidade de prestadores de serviços contratados por meio de cooperativas e empresas efetuando cortes nos valores dos repasses.
Rodrigo Damasceno, que é médico, lembrou que não recebe salário de prefeito. Ele possui dois contratos no Estado, cada um no valor de R$ 6 mil (R$ 12 mil no total), e resolveu não só cortar na própria carne, mas tirar do próprio bolso: vai destinar 20% do próprio salário, o equivalente R$ 2,4 mil, para a conta da prefeitura para colaborar com as despesas do Município. “Vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito”, afirmou Damasceno.
“Vamos cortar 20% dos salários dos servidores municipais e diminuir a quantidade de servidores terceirizados e cooperados. E eu não recebo pela prefeitura, tenho dois contratos concursados pelo Estado! Vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito.”
A medida do prefeito, anunciada nesta sexta-feira, 29, é elogiada nas redes sociais. Atualmente, a prefeitura de Tarauacá possui cerca de 200 ocupantes de cargos comissionados, entre eles oito secretários municipais. Somente com cortes salariais serão economizados por mês aproximadamente R$ 40 mil. Há ainda os cortes em diárias.
Por causa da crise econômica que enfrenta o país, a cada ano as prefeituras vêm sofrendo com a queda nos repasses federais. Tarauacá tem um orçamento mensal de R$2,5 milhões. Os cortes anunciados pelo prefeito devem resultar numa economia mensal de R$ 400 mil. Com esse dinheiro, Rodrigo Damasceno pretende investir em mais infra-estrutura e na melhoria dos serviços prestados pela prefeitura a comunidade de Tarauacá.
“Vou depositar todos os meses R$ 2,4 mil do meu salário divulgar o comprovante do depósito. É uma forma que tenho de colaborar ainda mais e mostrar o carinho que tenho com o Município, que passa uma de suas maiores crises. Para se ter uma ideia, dos 22 Municípios do Acre somente oito estão recebendo os repasses do FPM, e Tarauacá faz parte desse seleto grupo”, conclui o prefeito.
fonte www.ac24horas.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.