Última hora
recent

Expoacre muda local de shows em 2016

Para reduzir gastos e melhorar a experiência do público nos shows, a organização da Expoacre vai mudar o local dos espetáculos nacionais para o atual estacionamento do Parque de Exposições. Asfaltado, o local diminuirá a poeira e a lama que muitos dos espectadores das apresentações de anos anteriores reclamavam.
As informações são do coordenador geral da Expoacre, Dudé Lima, em entrevista na manhã de quinta-feira, 16. Segundo ele, os shows na arena de rodeio causavam muitos transtornos e aumentavam o custo do evento.
“Tínhamos que transformar a arena de rodeios para receber um show e depois, em menos de 12 horas para receber rodeio de novo e vice vessa”, relata. A mudança foi aprovada pelo governador Tião Viana e pelo superintendente do Sebrae, Mâncio Cordeiro, que patrocina o evento.
Um hectare do estacionamento será cedido aos empresários responsáveis pelas atrações musicais para ser transformado em palco de shows. A expectativa é de que o local tenha a capacidade de acolher cerca de 12 mil pessoas.
Com isso, a arena será exclusiva para competições e apresentações esportivas, como rodeio, vaquejada, prova do laço, prova do tambor, MotoCross e outros.
O evento acontece entre os dias 23 e 31 de julho e terá ao menos cinco shows nacionais. Estão confirmados o de Marília Mendonça, no dia 27 de julho, Jads e Jadson, dia 30, e Marcos e Belutti, dia 31. Além destes, outros dois shows devem ser realizados no local, um evangélico e o outro católico. Ainda não foi informado sobre os artistas dos shows religiosos.
Uma realização do Governo do Estado em parceria com o Sebrae, a Expoacre 2016, que tem como slogan “A feira da nossa nova economia”, pretende receber cerca de 40 mil pessoas por dia, um total de 360 mil visitantes nas nove noites de exposição.
Expoacre 2016
A Expoacre é o maior evento do Acre, do ponto de vista de pú- blico e negócios, de acordo com Dudé, que destaca o apoio do governador tição Viana e do Sebrae, por meio de seu superintendente Regional, Mâncio Cordeiro.
“É uma oportunidade de os empresários aparecerem e apresentarem seus serviços e produtos”, relata. Este ano, a feira tem como principais focos a suinocultura e a piscicultura, que devem ser os novos carros chefes da economia do Estado. Destaque também será dado à agricultura familiar e à pecuária.
A programação não está fechada, pois, empresários ainda estão acertando novos patrocínios, já que o evento, a cada ano, está mais entregue à iniciativa privada, como nos grandes centros do país.
Cavalgada
A cavalgada está marcada para acontecer no dia 24 de julho, em um domingo, das 9 às 15 horas. A festa que reúne comitivas e será realizada um dia após a abertura da feira. Este ano, os participantes e organizadores das comitivas terão que obedecer a um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado entre o Ministério Público do Acre (MP-AC) com a Secretaria de Turismo e Lazer do Acre (Setul).
Quem desobedecer à norma ficará proibido, assim como os organizadores das comitivas, de participar do evento por até dois anos consecutivos. O TAC determina a proibição de maustratos aos animais.

Dessa forma não será permitido o uso de equipamentos e instrumentos como: esporas, arreador ou piola, chicotes, relhos, açoites ou qualquer objeto que venha a ser usado para agredir e trazer sofrimento aos animais.
fonte  www.jornalatribuna.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.