Última hora
recent

Família procura por mulher com transtornos mentais que sumiu

Com problemas mentais e sem orientação, Maria Rosângela, de 43 anos, está perdida da família desde a manhã desta segunda-feira (6). A família conta que a dona de casa tinha saído para encontrar um dos filhos no 4°BIS, no bairro Bosque, em Rio Branco, mas não conseguiu voltar para casa.
Na última vez em que a família conseguiu falar com ela, Maria disse que tinha pegado um ônibus e estava na cidade de Porto Velho, em Rondônia.
Uma de suas filhas, Chayenne de Andrade, informou que a mãe é acompanhada pelo Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac) desde 2014, quando após uma audiência com o ex-marido, se machucou e começou a ter problemas de esquecimento.
"O médico não soube dizer se ela desmaiou ou foi atropelada, mas ela ficou meses internada e, desde essa época, ela não pode passar por emoções muito fortes. Ela sente dor de cabeça muito forte, quer bater a cabeça na parede e esquece das coisas", relata a filha.
Chayenne contou também que quando sua mãe estava saindo do quartel um dos soldados percebeu que ela não estava muito bem e avisou ao filho, que foi atrás dela, mas não conseguiu encontrá-la. A partir daí, a família começou a buscar pistas da mulher.
"De tarde liguei para ela e ela disse que estava em uma casinha cheia de gente. Depois informou que estava no terminal e fomos para lá. Não a encontramos e não consegui mais falar com ela", explica Chayenne.
Depois, a filha disse que a família recebeu uma ligação, por volta das 17h da segunda (6), informando que tinham visto a dona de casa próximo ao Hospital das Clínicas, mas também não a encontraram.
No final da tarde, a família conseguiu ligar para Maria de novo e ela falou que estava  em um carro com uma mulher que iria levá-la ao aeroporto.
"Ela [Maria] ainda disse que a mulher mandou ela desligar o telefone e não queria passar o celular para eu falar com ela. Depois disse que tinha que falar baixo, pois a mulher ia brigar com ela. Até que eu só ouvi ela gritando pedindo pelo telefone e desligou", relata a filha.
Um conhecido da família disse que encontrou Maria Rosângela na rodoviária e na manhã desta terça (7) e ela ligou para uma das filhas dizendo que estava em Porto Velho (RO). "Queríamos que se alguém a visse nos avisasse, pois não sabemos nem por onde começar. Como ela tem problemas, nem sabemos se ela está mesmo em Porto Velho ou aqui", pede Chayenne.

A família, que mora no bairro Belo Jardim, já foi nas delegacias, hospitais e Hosmac. Os telefones de contato para quem tiver informações sobre o paradeiro de maria são: (68) 99904 -1320 e (68) 999601- 4647.
fonte  g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.