Lamparina explode e atinge rosto de criança de dois anos - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Lamparina explode e atinge rosto de criança de dois anos

Lamparina explode e atinge rosto de criança de dois anos

Share This
Uma menina de dois anos teve o rosto, parte do couro cabeludo e braços queimados após a explosão de uma lamparina na casa onde mora, na zona rural de Brasileia, distante 232 km da capital Rio Branco, na BR-317.
Segundo o Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, o acidente ocorreu na noite do sábado (4), mas o órgão  foi acionado apenas no domingo (5).
De acordo com o sargento Adacir Viana, dos Bombeiros, o padrasto da menina acabou colocando o combustível errado na lamparina, o que ocasionou uma pequena explosão. Os familiares chegaram a apagar o fogo com uma toalha. Após o resgate, ela foi encaminhada ao Hospital das Clínicas Raimundo Chaar, localizado no município.
"O padrasto foi acender a lamparina, não sei se houve falta de atenção, mas deveria ter óleo diesel e ele colocou gasolina. No momento que foi acender, a criancinha estava próximo. Houve uma pequena explosão e atingiu em cheio o rosto dela e pegou fogo no cabelo dela. Apagaram com a toalha", explica.
Viana acrescenta que a família demorou a acionar o Corpo de Bombeiros por acreditar que não haveria necessidade de levar ao hospital. Por isso, que o batalhão foi chamado apenas no dia seguinte. O sargento ressalta que chegaram a colocar, inclusive, manteiga no rosto da criança.
"Somente no dia seguinte, a família foi em uma outra propriedade e conseguiram uma ligação para parentes que estavam na cidade. Essa pessoa nos informou pessoalmente e fomos. Pessoas do interior têm o costume de usar material de casa. Eles acharam que não seria o caso de levar ao hospital, que em casa resolveria", diz.
A gerente administrativa do hospital, Silvania Batista, informou que a menina foi transferida para Rio Branco na manhã desta segunda-feira (6). Ela não informou detalhes sobre o estado de saúde. "Foi feito todo o procedimento necessário aqui, mas precisava de atendimento mais delicado e ela foi encaminhada", afirmou. O G1 tentou, mas não conseguiu localizar a família da criança.
fonte  g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages