Última hora
recent

Com reajuste, Bolsa Família passa a injetar R$ 17 milhões no Acre

O governo federal concedeu ontem   reajuste de 12,5% no benefício médio do Programa Bolsa Família. O índice  está acima da inflação dos últimos 12 meses. No Acre, cerca de 84 mil beneficiários serão contemplados. Com o aumento, o Bolsa Família salta de pouco mais de  R$15 milhões para R$17 milhões.
O decreto também prevê aumento da linha de extrema pobreza – que passa de R$ 77 para R$ 85 – e da linha de pobreza, que sobe de R$ 154 para R$ 170.
O reajuste é 3,5% maior do que havia sido anunciado pela presidente Dilma Rousseff em 1º de maio, antes de ser afastada no processo de impeachment. O aumento do benefício vai causar impacto de R$ 2,5 bilhões por mês no Orçamento da União. O Ministério do Desenvolvimento Social informou que o governo interino reservou recursos do orçamento para garantir o reajuste. 
ACRE
Atualmente, o programa contempla cerca de 14 milhões de famílias. O governo gasta, em média, R$ 2,3 bilhões por mês com o projeto de transferência de renda, com o valor médio de R$ 163,57 por família.
O Acre é, proporcionalmente, o quinto Estado Brasileiro onde mais famílias recebem o benefício, ficando atrás apenas do Maranhão. Considerando a média de 3,7 pessoas por família.
Muitas famílias do Acre dependem do recebimento do Bolsa Família para se alimentar. Atualmente, antes do reajuste, portanto, o valor total em benefício para famílias do Acre é de pouco mais de R$ 15 milhões.
fonte   www.jornalatribuna.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.