IML do Acre cria portal para facilitar busca de informações de cadáveres - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
IML do Acre cria portal para facilitar busca de informações de cadáveres

IML do Acre cria portal para facilitar busca de informações de cadáveres

Share This
Para facilitar a identificação e o acesso aos dados de pessoas falecidas, o Instituto Médico Legal (IML), em Rio Branco, passou a disponibilizar na sexta-feira (1) um portal com  todas as informações sobre os cadáveres que entram no local. As informações podem ser acessadas neste link.
Segundo o diretor-geral do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Haley Vilas Bôas, essa é uma das ações de modernização dos serviços de perícia. O portal foi criado pela Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia (SECT-AC) a pedido do DPTC.
"Essa ferramenta vai dar celeridade nas informações. Evitar que haja a questão da não identificação, que é quando o cadáver não é reclamado pelos familiares. Vamos disponibilizar características do corpo, como vestimentas, sinais de nascença, e tudo que possa facilitar essa identificação", descreve.
Para ter acesso aos dados, o internauta precisa preencher alguns campos na plataforma como a data completa da busca e repetir um código de acesso disponibilizado pelo site. Todas as informações, algumas ainda preliminares, como os dados pessoais e a causa da morte estarão descritas na página. 
"Como é uma consulta online e depende de exames cadavéricos posteriores, vamos colocar uma causa preliminar da morte. Posteriormente, após os exames, o médico vai dizer a real causa e será atualizada", afirma.
O diretor explica que a plataforma só não disponibilizará fotos das vítimas. Ele ressalta que o portal passará a funcionar a partir da semana que vem também no IML de Cruzeiro do Sul, cidade distante 648 km de Rio Branco.
"Tem cadáveres que ficam sem identificação e os familiares têm receio de ir até o IML para reconhecer. Isso vai facilitar esses reconhecimento sem precisar ir até o local. Mas, claro que os parentes ainda precisam ir até o local para os demais procedimentos de liberação do corpo e pegar a certidão de óbito", conclui.
fonte   g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages