Última hora
recent

Acre tem 2ª noite de ataques após morte de assaltante em troca de tiros

Mesmo com o reforço de mais de 300 agentes da Segurança Pública, o Acre teve a segunda noite de ataques em represália à morte de  Macio do Nascimento, de 18 anos, que trocou tiros com a polícia na terça-feira (17). Na primeira noite de ataques, na quarta (17), nove ocorrências ligadas aos ataques foram registradas. Nesta quinta-feira (18), ainda não há balanço completo, mas ocorreram em ao menos três cidades.
Os ataques geraram pânico entre a população, que chegou a divulgar nas redes sociais e aplicativos de mensagem toque de recolher. Porém, a Segurança negou o boato
Um ônibus também foi incendiado na BR-364  (Foto: Reprodução)
.O balanço de todas as ocorrências deve ser apresentado ainda na manhã desta quinta-feira (18) durante coletiva de imprensa. Porém, a assessoria confirmou que houve ataques em Cruzeiro do SulRio Branco e Senador Quiomard, onde teriam sido queimados três caminhões e seis ônibus escolares. As ocorrências começaram a ser registradas a partir das 21h.
Em sua página no Facebook, o prefeito da cidade, James Gomes, desabafou e disse que deve se reunir hoje com os órgão competentes.
"Fui acordado com uma péssima notícia. Durante esse tempo troquei toda frota de escolares. Criminosos atearam fogo nos nossos ônibus. O vigia acionou a polícia e bombeiros que evitaram maiores prejuízos. Vou me reunir com a equipe para saber o que fazer sobre o transporte dos alunos. Mais segurança! Não a criminalidade", postou.
Em Rio Branco, foram registrados incêndios em uma ponte de madeira, em um quiosque, que fica no Parque da Maternidade, e também em um ônibus da Segurança Pública, na BR-364.
Através de sua assessoria, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp-AC) informou que uma operação integrada iniciou por volta das 17h de quarta-feira (17) e segue por tempo indeterminado para reforçar o policiamento durante os ataques.
Início dos ataques
As ondas de atentados iniciaram nesta quarta-feira (17) em Rio Branco após Macio Pires Teles do Nascimento, de 18 anos, morrer em uma troca de tiros com a polícia no bairro Vila Acre. Nascimento teria feito uma família refém durante um assalto e, ao tentar fugir, confrontou a Polícia Militar, que acabou revidando.
Inicialmente a polícia informou que o assaltante era menor de idade, mas depois o IML confirmou a identidade de Nascimento
.Após uma madrugada com ao menos nove ocorrência de ataques, entre eles a perda total do arquivo cultural do Parque Capitão Círiaco. Em resposta aos ataques, o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, anunciou o reforço de 373 membros das polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal (PRF), Exército, Corpo de Bombeiros, Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTras), além de representantes do Ministério Público do Acre (MP-AC) e do Judiciário participam da operação.
fonte   g1.globo.com 
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.