Chefe de gabinete da Prefeitura e presidente do PSDB em Cruzeiro do Sul são conduzidos à Policia Federal - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Chefe de gabinete da Prefeitura e presidente do PSDB em Cruzeiro do Sul são conduzidos à Policia Federal

Chefe de gabinete da Prefeitura e presidente do PSDB em Cruzeiro do Sul são conduzidos à Policia Federal

Share This
O chefe de gabinete da prefeitura de Cruzeiro do Sul, Mário Neto e o presidente municipal do PSDB, Edson de Paula, foram conduzidos à delegacia de Polícia Federal nesta terça-feira (23) para prestar esclarecimentos de uma acusação de corrupção eleitoral apresentada por um candidato a vereador do PSDB
Segundo versão apresentada pelo presidente regional do PSDB, deputado federal Major Rocha, Mário Neto e Edson de Paula teriam sido presos em flagrante, acusados de corrupção ativa, cooptação de candidatos e compra de votos. As acusações são rebatidas pelo presidente municipal do PMDB, Jonatha Donadoni.
“Não há tipificação de crime de compras de votos e corrupção ativa neste caso. O chefe de gabinete da prefeitura foi abordado na rua e levado à delegacia para prestar esclarecimentos. Já colocamos um advogado à disposição para acompanhar este caso, mas estas acusações são infundadas”, diz Jonathan
De acordo com Emerson Amorim (PSDB), candidato a vice-prefeito na chapa de Henrique Afonso (PSDB), Mário Neto e Edson de Paula estão detidos na PF de Cruzeiro do Sul e o flagrante teria sido realizado na casa do dirigente municipal do PSDB que desistiu de sua candidatura a vereador.
“O flagrante foi realizado na casa do Edson de Paula, quando eles tentavam cooptar um dos candidatos a vereador pelo PSDB. Este já seria o quarto caso de compra de candidatos tucanos, mas ele gravou a conversa e denunciou o caso à Polícia Federal que realizou a prisão”, destaca Emerson Amorim.
O dirigente do PMDB, Jonathan Donadoni, disse que desconhece as acusações contra Mário Neto. Ele informa que espera o termino do depoimento do chefe de gabinete da prefeitura para se inteirar do teor das acusações que foram apresentadas pelos dirigentes e candidatos do PSDB no município.
Emerson Amorim afirma que um candidato do PSDB teria gravado a suposta proposta de cooptação. O tucano afirma ainda na quarta-feira (24) vai apresentar um novo áudio de uma reunião dos apoiadores do PMDB com novas denúncias contra a chapa majoritária do partido no município.
fonte  www.ac24horas.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages