Última hora
recent

Homem é morto durante troca de tiros com a polícia

Um homem foi morto durante uma troca de tiros com a Polícia Militar na manhã deste domingo (28). O caso ocorreu no bairro Tiro ao Alvo, em Cruzeiro do Sul. No local, foi encontrada uma caminhonete, além de material usado para acampamento.
O delegado responsável pelas investigações, Lindomar Ventura, disse que a área já estava sendo monitorada por se tratar de um acampamento onde haviam pessoas suspeitas dos ataques que ocorreram na cidade.
“Com a informação do acampamento de pessoas ligadas aos ataques que aconteceram na cidade, a Polícia Militar foi até o local. Ainda não sabemos quantos foram atingidos no momento da troca de tiros. Como a região tem muito mato, eles [suspeitos] conseguiram fugir ficando apenas esse que veio a óbito”, disse.
O delegado falou ainda que o suspeito chegou a receber atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e acabou morrendo no local. “Com o mato muito denso, não foi possível uma perseguição dos demais. Logo que foi encontrado esse elemento, o foco foi voltado para ele até para salvá-lo”, disse.
Uma moradora, que não quis se identificar, disse que os cachorros dela não paravam de latir, mas que não saiba que haviam pessoas acampadas. “A gente não imaginava, eu estava fazendo café quando escutei os tiros e pensei que era alguém caçando, foi então que vi os carros da polícia”, conta.
Suspeito de comandar ataques é preso
Um homem, suspeito de comandar ataques no município de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, foi preso na quarta-feira (24) durante uma operação das polícias Civil e Militar. Além da prisão dele, outros 15 mandados judiciais relacionados aos atentados foram cumpridos na cidade.
Início dos ataques
A onda de atentados no Acre teve início em Rio Branco, após Macio Pires Teles do Nascimento, de 18 anos, morrer em uma troca de tiros com a polícia no bairro Vila Acre,  no dia 16 deste mês. Segundo a PM, Nascimento fez uma família refém durante um assalto e, ao tentar fugir, entrou em confronto com a PM e foi baleado.
Em Cruzeiro do Sul, as casas de agentes penitenciários foram alvos dos criminosos. A segunda maior cidade do Acre começou a registrar ocorrências no dia 18 de agosto.
A Polícia Civil informou ao G1 que o homem, ainda não identificado, estava com outros dois comparsas acampados em um matagal no bairro e, ao perceber a chegada dos policiais, os suspeitos atiraram e um deles acabou morrendo.
fonte  g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.