Última hora
recent

Partido vai pedir impugnação de Ilderlei e cassação de prefeito de Cruzeiro do Sul

O advogado Paulo Gernandes, representante da Coligação ” Cruzeiro em Boas”, encabeçada pelo PSDB em Cruzeiro do Sul, disse durante entrevista na sede do partido, no Juruá, que vai pedir á justiça eleitoral a impugnação da candidatura do candidato do PMDB, Ilderlei Cordeiro e a cassação do atual prefeito da cidade, Vagner Sales, também do PMDB.
O pedido do advogado, segundo ele, tem como a prisão do chefe de gabinete da prefeitura de Cruzeiro do Sul Mário Neto e do presidente do diretório do PSDB, Edson de Paula.
Os dois foram presos pela Polícia Federal em Cruzeiro do Sul na tarde de ontem acusados pelo crime de corrupção eleitoral.
” A gente vai oferecer essa representação ao Ministério Público, a Promotoria Eleitoral e ele vai oferecer a denúncia ou não baseados nas provas, na gravação, enfim. A gravação ela ainda não será divulgada agora porque a gente precisa fazer o protocolo dela para evitar qualquer fraude, e depois vamos divulgar pra imprensa o teor dessa gravação. São vários crimes: abuso do poder economico é o principal. Tem julgado no TSE que essa compra de candidatos com a candidatura já lançada. Pra efeito de candidatura do PMDB a gente pediu a suspensão da candidatura deles e pedimos também tem a representação do crime de corrupção ativa do chefe do executivo municipal”, disse o advogado.
Gernandes disse que as provas que sustentam os pedidos são robustas e suficientes para ensejarem a cassação do registro da candidatura de Ilderlei Cordeiro e a cassação do prefeito Vagner Sales.
Mário Neto e Edson de Paula, segundo o advogado, estavam atuando na compra de candidatos a vereador do PSDB com a anuência do candidato e do atual prefeito.
Mário e Edson foram levados para a delegacia da PF em Cruzeiro do Sul onde prestaram depoimento. Segundo o delegado da PF Fabrício Santos, foi encontrado com a dupla o valor de R$ 5 mil reais.
Candidato denunciou o esquema
Ainda durante a entrevista coletiva, o PSDB apresentou o candidato a vereador Clebisson Freire, autor da denúncia que provocou a prisão do acusados. Freire disse que foi procurado por Mário Neto e Edson de Paula para que retirasse sua candidatura em troca de R$ 5 mil e um cargo na prefeitura.
Ele reiterou que participou de uma reunião onde estavam o prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, o candidato do PMDB a prefeitura Ilderlei Cordeiro e os dois interlocutores.
Nesse encontro, assegurou o candidato, foi ofertada a proposta. Ele gravou toda a conversa e entregou o conteúdo para Polícia Federal que orientou o candidato para que o flagrante ocorresse.
PSDB afasta dirigente
Na mesma coletiva, o PSDB anunciou o afastamento do presidente da executiva municipal, Edson de Paula, preso acusado pelo crime de corrupção eleitoral. Edson, segundo a denúncia, apesar de pertencer ao ninho tucano, estava atuando contra a coligação encabeçada por Henrique Afonso, cooptando candidatos do PSDB para que desistissem de suas candidaturas e passassem a apoiar o PMDB, em troca de dinheiro.
fonte  www.jornalatribuna.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.