Agricultor procura, no Acre, mãe que não vê há mais 40 anos - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Agricultor procura, no Acre, mãe que não vê há mais 40 anos

Agricultor procura, no Acre, mãe que não vê há mais 40 anos

Share This
O desejo de conhecer a mãe após 45 anos de vida foi o que motivou o agricultor Eraldo de Lima a começar a procurar, juntamente com a mulher, Roseli Dantas, a mãe que estaria morando na capital acreana. O casal, que mora em Mato Grosso do Sul, tenta achar pistas de Nair Barreto de Lima, que deixou o filho na cidade de Juti quando ele tinha um ano de idade.
Sem ter tido nenhum contato com a mãe durante 44 anos, com informações de tios e parentes distantes, o agricultor descobriu que a mãe talvez morasse em Rio Branco. Ele acredita que, atualmente, a mulher deve ter entre 60 a 65 anos.
"Ela se separou do meu pai logo que nasci. Fui morar com minha avó materna e ela foi para a cidade vizinha, Naviraí. Fiquei sabendo que ela apareceu quando meu avô morreu, foi entre os anos 80 a 86. Foi muito rápido. Depois, os irmãos dela não tiveram mais notícias", relembra.
O agricultor diz ainda saber detalhes sobre a vida da mãe, mas soube que Nair chegou a casar com um pedreiro, ainda em Mato Grosso do Sul, e separou-se posteriormente. Para o filho, o reencontro é o momento mais aguardado na vida."Para mim foi muito difícil cada Dia das Mães. Fico pensando e acabo chorando muito, onde chegamos no Dia das Mãe, estão falando de mãe e é difícil", afirma.
Eraldo Rocha procura pela mãe, com a ajuda da esposa Roseli Dantas (Foto: Roseli Dantas/ Arquivo Pessoal)
Ajuda da esposa
Na época em que se casou, Roseli Dantas, conseguiu encontrar uma tia, por meio do cartório eleitoral, que estava desaparecida há 50 anos e decidiu ajudar o marido a tentar encontrar a mãe.
“Depois disso, ele me contou a história e comecei a procurar no cartório eleitoral também, mas não achei, pois não consta que ela vota. Encontrei irmãos dela e há pouco tempo fomos falar com um deles", conta Roseli.
Roseli conta que o tio de Lima disse que a última notícia foi que Nair estava morando em Rio Branco. Esta é a única pista do casal, que não sabe quais as condições de vida dela nem se ela vive com outra família.
“Esse nome que a gente tem é o nome de solteira dela. É o único que temos. Não sabemos se ela está casada e se tem outro sobrenome”, explica a nora. Roseli conta ainda que ninguém sabe o motivo da fuga de Nair. “Se ele encontrar com ela, vai ser tudo diferente na vida dele. Nunca viu a mãe”, conclui.
fonte  g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages