Última hora
recent

Grávida de sete meses é agredida pelo irmão com pedaço de madeira

Grávida de sete meses, Maria Luzia Batista, de 19 anos, foi agredida com um pedaço de madeira pelo irmão, de 39 anos. O caso ocorreu no sábado (10), no bairro Remanso, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre e a jovem, que precisou ser levada ao hospital, diz temer pela vida do filho.
“Foi nas costas pegando no braço, ele só não bateu mais porque eu consegui fugir para o quarto. Aí ele disse para minha mãe que se entrasse no quarto não ia só me bater, iria me matar e não estava nem aí se eu estava grávida”, conta.
A jovem diz que o irmão é usuário de drogas e costuma furtar objetos de casa. “Até as coisas do meu neném ele leva para trocar por droga”, desabafa. Essa não teria sido também a primeira vez que ela foi agredida pelo irmão durante uma gestação.
Há quase dois anos, quando ela estava grávida de oito meses, o homem a agrediu. Por causa disso, ela diz que teve de ser levada ao hospital, o bebê que ela esperava nasceu prematuro e morreu pouco tempo depois. Maria Luzia diz ter medo que a história se repita.
“O médico disse que o bebê está bem, mas tenho medo. Nem tanto por mim, eu tenho medo é que ele mate meu bebê”, lamenta.
O homem foi indiciado por lesão corporal com base na Lei Maria da Penha, segundo o delegado Elton Futigami. “Ele foi indiciado, foi estipulada fiança, mas ele não pagou e vai ser recolhido, além de passar por audiência de custódia, onde o juiz vai decidir se ele vai ser encaminhado ao presídio”, explicou.
fonte  /g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.