Jovem recupera celular roubado em grupo de venda no Facebook - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Jovem recupera celular roubado em grupo de venda no Facebook

Jovem recupera celular roubado em grupo de venda no Facebook

Share This
Através de um grupo de vendas no Facebook, o estudante João Vitor Araújo, de 18 anos, conseguiu recuperar o seu celular, que perdeu no dia 1º deste mês ao ser assaltado na cidade de Cruzeiro do Sul, interior do Acre.
Além disso, duas pessoas fossem presas, nesta segunda-feira (12), por posse de produto de roubo. O jovem conta que estava na casa de um amigo quando dois homens armados o renderam e levaram seu celular.
Tentando comprar um novo aparelho para o sobrinho, a tia procurou um grupo de vendas no Facebook, foi quando eles identificaram o aparelho roubado.
“Minha tia procurou um celular mais barato para comprar e achou dois modelos iguais ao meu. Me mandou o print, achei muito semelhante e pedi que o rapaz que estava vendendo me mandasse foto da bateria com a desculpa que eu queria ver a fabricação”, conta.
Foi então que a vítima verificou o número de IMEI (International Mobile Equipment Identity, na sigla em nglês), que é um número de identificação que todo celula
Essa identificação é útil para resolver casos de roubo, perda e para receber os benefícios oferecidos pela garantia do fabricante, pois é o código exclusivo que cada aparelho possui.
O estudante percebeu que se tratava do seu próprio aparelho e marcou um encontro com o vendedor para que pegasse o celular, porém, antes disso informou à polícia. “Foi sorte. Nunca esperava que conseguiria encontrar meu celular em um grupo de vendas. Agora é recuperar e prender o suspeito”, diz.
De acordo com o delegado do caso, Lindomar Ventura, o crime de receptação já está claro, mas ainda falta descobrir se as duas pessoas tem participação direta no assalto. “Uma mulher e um homem foram presos pela posse do produto de roubo. Eles alegaram ter comprado o aparelho de outra pessoa, agora vamos averiguar se eles têm ligação direta com o assalto sofrido pela vítima. Tudo indica que ele trabalha junto com essa mulher nesse comércio ilegal de celulares”, finaliza.
fonte  g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages