Candidato de Tião Viana perde, troca de voto por cargo dá errado, governo demite no Deracre e 17 trabalhadores abandonam o PT em Feijó - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Candidato de Tião Viana perde, troca de voto por cargo dá errado, governo demite no Deracre e 17 trabalhadores abandonam o PT em Feijó

Candidato de Tião Viana perde, troca de voto por cargo dá errado, governo demite no Deracre e 17 trabalhadores abandonam o PT em Feijó

Share This
Somente nos últimos oito dias, 17 militantes pediram desfiliação ao Partido dos Trabalhadores (PT) no município de Feijó. A baixa ocorre após a demissão em massa ocorrida no Departamento de Estradas e Rodagens (Deracre) da cidade. A ordem de demissão partiu do gabinete do governador Tião Viana e os todos desfiliados trabalhavam no Deracre. Familiares dos servidores demitidos também foram pessoalmente ao diretório municipal do PT para formalizar sua saída.
Todos alegam que foram convencidos pelo ex-prefeito de Feijo, Francimar Fernandes, a apoiar o filho dele, Merla Albuquerque, à reeleição, mediante garantia de que seriam mantidos no emprego depois das eleições de outubro. “Ele nos garantiu que se a gente votasse no filho dele seríamos mantidos no emprego’, declara um dos demitidos que preferiu não ser identificado. Francimar ocupava o cargo de coordenador de Projetos do Depasa e é ficha suja desde as eleições de 2014.
Merla Albuquerque perdeu a eleição e o pai,Francimar Fernandes, desapareceu da cidade – se omitindo de cumprir o acordo que teria feito com os servidores do Deracre filiados aos PT. No Deracre, os trabalhadores foram dispensados no início da semana pela própria diretora de Obras, Nacilda Sousa, que esteve no município de Feijo só para avisar que todos estavam na “rua” sem precisarem cumprir nem o aviso prévio que já havia sido emitido um mês atrás sem os trabalhadores saber. O órgão não informou quantos postos de trabalho ficaram vagos.
Em Tarauacá, após a derrota do candidato da Frente Popular, houve ameaça de desfiliação em massa pelos mesmos motivos. O deputado Genilson leite (PCdoB) fez uma articulação de bastidor e conseguiu segurar os militantes petistas.
essa matéria foi publicada no site http://www.vejadetudo.com.br/ por Assem Neto não nos responsabilizamos por seu conteúdo.

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages