Última hora
recent

Criança é baleada durante perseguição e troca de tiros com a PM

Menino de oito anos aparece armado ao lado de
bandidos de facção (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Menino era aliciado e integrante de facção criminosa, diz PM.

Celular do menino continha fotos de armas e outros integrantes.

Um menino está internado em estado grave no Hospital da Criança em Rio Branco após ser baleado durante perseguição e troca de tiros com policiais militares na noite desta sexta-feira (21). O menor estava dentro de um táxi com criminosos que planejavam crimes na capital.

Ao G1, a Secretaria de Saúde informou que o menino teria oito anos, já a Polícia Militar confirmou que seria 11. A mãe da criança não foi encontrada para falar sobre o caso.

A Polícia Militar diz que o menino fazia parte de uma facção criminosa e que fotos no celular do menor mostram ele armado e com outros integrantes da facção.

No momento da perseguição, a criança com mais nove criminosos saíam em dois táxis para cometer crimes, segundo a Polícia Militar.

Ao perceberem a perseguição, seguiram para o Segundo Distrito, furaram uma barreira policial e trocaram tiros com a polícia. Na ação, um adolescente de 15 anos foi morto e a criança também baleada.

O tenente-coronel Ezequiel Bino afirma que o menor e o adolescente estavam com outros oito criminosos que foram presos. Eles estariam em uma reunião de planejamento de crimes de uma facção criminosa em uma residência na Baixada da Colina e ao perceberem que estavam sendo observados pela polícia, saíram em fuga.

O menino passou por cirurgia no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco e depois foi encaminhado para o Hospital da Criança. No hospital, o G1 foi informado que a criança estava em estado grave e que não estava acompanhada.

O tenente-coronel explica que as pessoas que estavam no táxi não obedeceram a ordem de parada. Ele disse também que a criança era aliciada pelo grupo para cometer crimes.


"Observamos no celular da criança várias fotos junto ao grupo, sinal que é uma vítima, mas que estava sendo aliciada pra a prática de crimes. A parte de inteligência tinha um levantamento que o grupo estava nessa casa e sairia para algumas atividades criminosas. Ao todo, quatro pessoas ficaram ferida após terem furado a barreira policial. Além disso, três armas foram apreendidas", diz Bino.


Criança de oito foi baleada durante perseguição e troca de tiros com a polícia (Foto: Divulgação/Sesp-AC)

Fonte: http://g1.globo.com/
William Silva

William Silva

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.