Última hora
recent

Detento é comido por companheiros de cela durante rebelião.

O caso ocorreu no início de setembro, mas, só agora, o pai de Juan Carlos Herrera Jr veio a público por não conseguir os restos mortais do filho.
Uma rebelião acabou em tragédia na prisão de Táchira, na Venezuela. Um dos prisioneiros foi enforcado, desmembrado e comido por companheiros de cela após mais de 350 presos se revoltarem com as condições do local. O caso ocorreu no início de setembro, mas, só agora, o pai de Juan Carlos Herrera Jr, 25 anos, veio a público por não conseguir os restos mortais do filho.
“Meu filho e outros dois presos foram pegos por 40 detentos, espancados, enforcados e depois desmembrados para que outros pudessem comê-los. O preso com o qual eu conversei disse que foi agredido e obrigado a comer o que sobrou dos garotos”, disse Juan Carlos Herrera às emissoras locais, segundo o Telegraph.De acordo com a emissora Fox News, uma fonte do presídio confirmou a história. “Dois presos estão sumidos. Eles os cortaram e comeram juntos. Os ossos desapareceram”, contou. O pai de Juan Carlos pede apenas que a ossada do filho seja devolvida para que ele dê um enterro digno ao rapaz. O governo nega que tenha ocorrido canibalismo na cadeia, mas afirma que o detento está desaparecido.
Por conta da crise na Venezuela, vários presos estão morrendo de fome nas penitenciárias. Também não há alimentos em supermercados e muitos restaurantes fecharam as portas.

Da redação avozdafronteira.com
Fonte : Metropoles.com “Conteudo Fox News”.
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.