Última hora
recent

Com olé, Brasil dá show na Argentina com 3 a 0 e se redime no palco do 7 a 1 com a Alemanha

Um espetáculo canarinho. Nesta quinta-feira (10), num Mineirão pulsante, o Brasil fez 3 a 0 sobre a Argentina com direito a “olé” pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa da Rússia. Philippe Coutinho, com golaço, Neymar e Paulinho definiram a vitória da seleção brasileira, que segue na liderança da competição, com 24 pontos.
No retorno da seleção brasileira ao palco do maior vexame de sua história, 7 a 1 para a Alemanha, foi a Argentina que viu fantasma. Com a derrota, a seleção albiceleste permanece com 16 pontos, na sexta posição das Eliminatórias, fora até mesmo da zona de repescagem para a Rússia.
O clássico no Mineirão também ficou marcado, além do show de bola, pela bela festa da torcida mineira, que não parou de provocar Messi e Maradona em cantos.
philippe-coutinho-marca-para-o-brasil-contra-a-argentina-1478823676030_615x300
Com dez minutos, Brasil x Argentina no Mineirão tinha oito faltas marcadas. Jogo tenso, brigado, muito disputado no meio de campo. Com início de primeiro tempo irregular, as duas equipes tiveram dificuldades para criar oportunidades e levar perigo à meta rival. A primeira boa chance de gol veio em chute de fora da área de Biglia, que parou em ótima defesa de Alison. Logo depois, no entanto, quem chegou foi o Brasil – e para abrir o placar.
Escalado pela meia direita, Philippe Coutinho inverteu de lado, confundiu a marcação argentina e marcou um golaço. Arrancou da meia esquerda, cortou para o meio e fuzilou no ângulo. Após Coutinho desafogar o clássico, Neymar ampliou para o Brasil em grande jogada de Gabriel Jesus, que estava apagado até então no jogo. O atacante do Palmeiras recebeu de costas, girou sobre Zabaleta e enfiou bola perfeita para Neymar – que só deslocou Romero.
coutinho-neymar-e-gabriel-jesus-comemoram-com-a-torcida-no-mineirao-1478825948337_615x300
“Ohhh, o campeão voltou, o campeão voltou, o campeão voltou…” Assim a torcida embalou a seleção brasileira no segundo tempo de show no Mineirão. Coma vantagem de 2 a 0 no placar, Tite chamou Bauza para o jogo. O treinador tirou o meia Pérez e lançou o atacante Agüero. Deu espaços e o Brasil passeou. Primeiro, Paulinho driblou o goleiro, mas teve chute cortado em cima da linha.
Na segunda chance não teve jeito. Ele aproveitou bola cruzada na área por Renato Augusto e completou as redes, para levar à loucura Tite – que saiu do banco de reservas e foi abraçar os jogadores. A partir daí, foi um show no Mineirão com direito a olé e festival de dribles de Neymar. Se não tivesse desperdiçado pelo menos duas boas chances, com Jesus e Firmino, o Brasil ainda poderia ter aplicado um goleada história no Mineirão, mas parou no 3 a 0.
messi-cai-no-gramado-apos-falta-de-fernandinho-1478823070447_615x300
Dois chapéus em cinco minutos de jogo. Foi o suficiente para Lionel Messi amarelar Fernandinho, velho conhecido dos confrontos entre Barcelona e Manchester City. O brasileiro costuma sofrer com o talento do argentino nas partidas pelo futebol europeu. Os dois, inclusive, já chegaram a se estranhar em campo no Velho Continente. Após uma das faltas sofridas, aliás, Messi ficou caído no chão e com a boca sangrando. Ainda no primeiro tempo, com medo da expulsão de Fernandinho, Tite colocou Paulinho para perseguir “La Pulga”.
messi-cobra-falta-no-classico-brasil-x-argentina-no-mineirao-1478824909841_615x300
Quando o Brasil vencia a partida por 1 a 0, Messi sofreu falta de Miranda na entrada da área. O próprio argentino cobrou a falta, buscando o canto do goleiro Alison, mas a bola ficou na barreira. Mais especificamente, no braço de Neymar, que estava colado ao corpo. Polêmica! O camisa 10 argentino pediu pênalti do companheiro de Barcelona, mas o juiz ignorou. Segue o jogo!
neymar-e-messi-duelam-no-mineirao-1478822612018_615x300
Antes do clássico no Mineirão, Messi e Neymar se abraçaram e beijaram com carinho na entrada de campo. Logo que o jogo começou, no entanto, deixaram as carícias de lado. Num lance com poucos minutos de jogo, o argentino perseguiu o brasileiro por alguns metros com marcação dura no setor defensivo da seleção argentina. Mas apesar do bom início de Messi, quem brilhou foi Neymar. Além de fazer o segundo gol e participar taticamente do primeiro, Neymar regeu a orquestra no espetáculo.
mosaico-do-brasil-fica-incompleto-antes-do-classico-contra-a-argentina-no-mineirao-1478821701081_615x300
A CBF contratou designer gráfico, investiu, mobilizou profissionais, mas não viu a festa perfeita que queria na entrada dos times em campo no Mineirão. Por conta dos lugares vazios na parte superior central das arquibancadas, o inédito mosaico em jogos da seleção ficou incompleto. Apesar disso, a torcida fez uma bela festa nas cadeiras do Gigante da Pampulha. Os torcedores brasileiros cantaram muito, principalmente com provocações a Messi e Maradona.
tite-cumprimenta-bauza-antes-do-classico-brasil-x-argentina-pelas-eliminatorias-da-copa-1478823445754_615x300
Em três confronto até então, Tite tinha duas vitórias e um empate contra Edgardo Bauza. Agora, com nova derrota contra o professor Adenor, o ex-técnico do São Paulo virou freguês de vez. Para completar, a derrota da Argentina coloca Bauza de vez na berlinda. Em cinco jogos, venceu apenas um, contra o Uruguai. Empatou contra Peru e Venezuela e perdeu de Paraguai e Brasil. “Olê, olê, olê, olê, Tite, Tite”, cantou a torcida no Mineirão.
fonte   UOL
www.ac24horas.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.