Última hora
recent

Mulher flagra motorista jogando gatos para serem atropelados em rua no AC

Uma mulher foi flagrada jogando dois filhotes de gatos pela janela do carro em uma das ruas do Conjunto Tucumã, em Rio Branco, na manhã de quarta-feira (2). O relato foi feito ao G1 por uma autônoma, de 30 anos, que prefere não ser identificada, e diz ter presenciado o caso. Ela relatou que um dos gatinhos foi atropelado por um ônibus do bairro e o outro fugiu para o mato.
"Estava saindo da minha casa e esse carro estava parado na entrada do parque. Quando passei, a pessoa jogou dois gatinhos na minha frente. Um correu para a grama e o outro ficou na rua. Consegui desviar, mas passou um ônibus e atropelou o bichinho. Parei e fiquei sem ação. Era uma mulher com uma criança no carro. Não consegui ver o rosto, mas deu para saber que tinha uma mulher e uma criança", relata.
A autônoma conta ainda que, logo após perceber que estava sendo observada, a motorista do carro saiu em alta velocidade. A testemunha disse que ligou para o 190 e relatou o caso, porém, nenhuma equipe da polícia apareceu no local.
"Tinham várias pessoas na rua, mas foi muito rápido. Fiquei com medo de descer do carro porque estou grávida de sete meses e estava com minha filha pequena. Acho que o motorista do ônibus nem percebeu que tinha atropelado o animal", conta.
Luiza Oliveira, da coordenação da Sociedade Amor a Quatro Patas, disse ao G1 que recebeu a denúncia da autônoma e os membros da sociedade estão à procura de mais alguém que tenha presenciado o caso e que tenha mais provas.
"Acreditamos no que a moça falou, mas não podemos acusar ninguém sem provas. Não sabemos o que aconteceu e não podíamos fazer nada naquele momento. Estamos pedindo que se alguém fez fotos, vídeos ou até mesmo presenciou, fale conosco", argumenta.
Postagem
Após o relato, a fisioterapeuta e prima da testemunha, Sayonara Brilhante, de 29 anos, postou em uma rede social o que a prima tinha presenciado e pediu ajuda para encontrar a motorista do veículo. Até a manhã desta quinta (3), a postagem teve quase 300 compartilhamentos.
Sayonara postou desbafo na sua página no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook)
"A rede social é uma utilidade pública e, quando publicamos ali, é mais fácil ser visualizado pela polícia, Ministério Público, pessoas que podem ajudar nas investigações e é até mais rápido. O intuito foi de alertar a população, ajudar e se alguém visse o carro, chamasse a polícia. Ela [testemunha] ficou com medo de ser identificada", detalha Sayonara.
fonte  g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.