Última hora
recent

Pesquisa do IBGE revela crescimento de gravidez na adolescência entre acreanas

A situação de exposição à sexualidade por parte das jovens acreanas tem crescido nos últimos 10 anos, resultando em um aumento do índice de partos entre as jovens do grupo entre 15 e 19 anos. O número de gravidezes entre as garotas dessa faixa etária no Acre é praticamente o dobro da média nacional.
Os dados foram revelados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) na publicação “Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2016”, publicado nesta sexta-feira (2).
Os dados mostram que 55% da população acreana na faixa entre 15 e 19 anos está em um casamento civil, religioso ou em uma união consensual. Além disso, o Acre apresentou a maior taxa de fecundidade por cada mulher, atingindo 2,45. No Brasil a média foi de 2,09 filhos por mulher.
Conforme a pesquisa do IBGE para os anos de 2005 a 2015, a fecundidade geral das mulheres acreanas com idade entre 15 a 19 anos apresentou a taxa mais elevada para esse grupo etário, com 104,3 filhos por cada grupo de mil mulheres.
No restante do Brasil, esse índice caiu de 76,3 para 59,4 filhos por mil mulheres, com uma redução de 22,1%. O Distrito Federal teve o indicador mais baixo, com 40,0 filhos por cada grupo de mil mulheres.
fonte   Contilnet Notícias
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.