Última hora
recent

Polícia investiga vídeo de jovem sendo esquartejado

A Polícia Civil do Acre investiga um vídeo que circula pelas redes sociais em que aparece parte da cena de um jovem sendo esquartejado, em Rio Branco. Segundo o responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção de Pessoas (DHPP), delegado Roberth Alencar, a vítima se trata de Gabriel Nunes da Silva, de 17 anos, que foi reconhecido pelos pais nas imagens.
O corpo de Silva ainda não foi encontrado e nem o local onde o crime ocorreu foi identificado. O dia em que o vídeo foi gravado também não foi confirmado pela polícia.
Nas imagens, um rapaz aparece segurando a cabeça da vítima e depois mostra o corpo já todo cortado. Ainda nas imagens, o homem joga a cabeça e chuta partes do corpo. Os criminosos escrevem no corpo o número 13, que, segundo o delegado, se refere à uma organização criminosa que atua no estado.
"Olha a cabeça do grande. Olha a cabeça do cara do CV [Comando Vermelho], o que acontece com o cara do CV. Olha aí, colocou com esses bichos, vai acontecer isso aí. Só olha o que acontece. Aqui é 13 mano. Bora partir no meio, eu quero o coração dele", dizem os homens no vídeo.
Alencar afirma que os pais do jovem procuraram a delegacia neste domingo (4) para registrar um boletim de ocorrência informando que o filho havia sido morto e esquartejado. De acordo com o delegado, o jovem estava desaparecido desde a quarta-feira (30) e os pais viram as imagens neste domingo.
"Tomamos conhecimento desse fato pelas redes sociais e, no domingo, o pai da vítima nos procurou à tarde para registrar boletim de ocorrência. Fizemos a oitiva dele e de outras testemunhas. A vítima foi plenamente identificada, já solicitamos os exames, apesar de ainda não saber o local onde o corpo foi esquartejado e também onde ocorreram os outros atos envolvendo esse homicídio", diz o delegado.
Sobre o que teria motivado o crime, Alencar afirma que ainda não há provas específicas e diz que o jovem era usuário de drogas. "O fato é que no próprio vídeo, os autores se denominam integrantes da organização criminosa Bonde dos Treze, inclusive, desenham no corpo da vítima o número 13. Essas circunstâncias vão ser analisadas no decorrer das investigações", afirma.
fonte   Rede Amazônica Acre.
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.