Última hora
recent

Adolescente é suspeita de tentar matar bebê após parto

A polícia investiga o caso de uma tentativa de infanticídio em Bauru (SP) em que uma adolescente de 16 anos teria tentado matar o bebê recém-nascido no banheiro de casa no bairro Bela Vista, na noite de quarta-feira (4).
Segundo o delegado Luiz Claudio Massa, a jovem teria escondido a gravidez da família e quando sentiu as dores do parto se escondeu no banheiro. Ela teria tentado, inclusive, estrangular o bebê com o cordão umbilical. Depois ainda enfiou papel higiênico na boca da criança para sufocá-la, sem sucesso.
A adolescente ainda teria jogado o bebê para fora de casa pela janela enrolada em uma toalha quando percebeu que sua mãe estava na porta do banheiro. A avó da criança acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que socorreu a vítima para a Maternidade Santa Isabel.
Ainda segundo a polícia, a avó não demonstrou interesse em ficar com a criança. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM)
“Ela nasceu de novo, é uma guerreira", afirma a delegada Alexandra Gonçalves Nogueira, da Delegacia de Defesa da Mulher. Ainda segundo a delegada, a adolescente confessou que não queria ficar com o bebê. "A menina contou que tinha a intenção de se desfazer da criança. Ela contou que engravidou de um homem com quem teve um relacionamento uma vez e nem sabe o nome dele", completa
A criança, que nasceu com 3,3 quilos, segue internada na Maternidade Santa Isabel. A delegada disse que o estado de saúde dela é estável, mas ela não tem previsão de alta ainda. A adolescente também está internada na maternidade e deve ter alta nesta sexta-feira (6).
Tentativa de infanticídio
A adolescente de 16 anos teria tentado matar a filha recém-nascida no banheiro de casa no bairro Bela Vista, na noite de quarta-feira (4). Segundo o delegado Luiz Claudio Massa, a jovem teria escondido a gravidez da família e quando sentiu as dores do parto se escondeu no banheiro. Ela teria tentado, inclusive, estrangular o bebê com o cordão umbilical. Depois ainda enfiou papel higiênico na boca da criança para sufocá-la.
fonte  g1.globo.com


equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.