Última hora
recent

Olho Neles! Conheça 20 apostas para a Copa São Paulo 2017

Alguns, como Lucas e Casemiro, arrebentaram na Copa São Paulo. Outros, como Neymar, surgiram bem, mas subiram aos profissionais antes de ter idade para decidir o torneio, que ainda é o mais importante da base brasileira em termos de visibilidade. Mais uma vez, milhares de garotos buscam o sonho de ganhar o mundo com a bola nos pés, e a Copinha pode ser decisiva no futuro de alguns deles.
O blog selecionou 20 nomes das principais equipes para você ficar de olho na Copinha. Na lista, estão nomes de várias posições, como Vinícius, meia-atacante do Flamengo, Everson, zagueiro do Bahia, e Daniel Fuzato, goleiro do Palmeiras. O torneio, que começa nesta segunda-feira, conta com a participação de 120 clubes, será transmitido pelo Sportv e acaba no dia 25 de janeiro, dia do aniversário da cidade de São Paulo. Confira os nomes:
Vinícius (Flamengo)
O meia-atacante de apenas 16 anos impressiona pelo talento e traz uma expectativa enorme sobre si em sua segunda competição sub-20. Na primeira, a Copa RS, fez dois gols, assim como o centroavante Lincoln, que tem a mesma idade. Ambos são também esperanças da seleção sub-17 é um golaço de Vinícius com a amarelinha), que disputará o Sul-Americano da categoria em fevereiro, no Chile.
Daniel Fuzato (Palmeiras)
Goleiro seguro, disputou a última edição da Copinha como titular e por pouco não foi ao Sul-Americano Sub-20. Tem várias passagens por seleções de base e é visto dentro do clube como o nome capaz de retomar a tradição palmeirense em revelar camisas 1 de qualidade.Kanu (Botafogo)
Atacante no início de sua vida no futebol, Kanu foi dispensado de Vasco e Flamengo para encontrar, no Botafogo, sua real posição: a zaga. Com a camisa 3, se firmou, tomou conta da posição e manteve o cacoete de artilheiro, marcando gols importantes em 2016. Um deles, na final do Brasileiro Sub-20 contra o Corinthians, garantiu o título ao Botafogo.
Éder Militão (São Paulo)
Zagueiro, volante e promessa de craque. Quem vê Éder Militão em campo logo percebe o talento do camisa 5 (ou camisa 3, ou a 13, o número é o que menos importa) tricolor e sabe que pode chegar longe. Sai para o jogo fácil com a bola no pé, se antecipa aos atacantes com categoria e foi um dos melhores jogadores da seleção brasileira no Mundial Sub-17, em 2015. Atraiu a atenção de Chelsea e Benfica e por pouco não deixou o clube no ano passado, mas assinou contrato profissional. Se com a bola no pé sobra qualidade, a postura dele já foi alvo de críticas. É comum ouvir comentários do tipo "ele sabe que joga muito e por isso é marrento demais". Algo que precisa ser corrigido com o tempo.
Pedrinho (Corinthians)
Autor de um gol importante na semifinal da última Copinha contra o Cruzeiro, Pedrinho evoluiu e se tornou titular dos juniores do Corinthians durante o ano. Rápido e muito habilidoso com a bola nos pés, o meia-atacante alagoano de 18 anos é um dos destaques do time comandado por Osmar Loss, técnico que chegou às três últimas finais do torneio.Paulo Vitor (Vasco)
Também meia-atacante, Paulo Vitor, 17 anos, já tem no currículo uma experiência na competição, pois a disputou no ano passado pelo Vasco. Irmão de Denilson, ex-atacante do Fluminense, ele também passou pelo Tricolor e saiu em 2015, em uma polêmica transferência.
Paulinho (Fluminense)
Atacante de 19 anos, Paulinho já é badalado há muito tempo nas Laranjeiras. Parceiro de Gerson na base, ele teve uma transição complicada para os juniores e caiu de rendimento, mas busca a recuperação. É um dos principais jogadores da equipe comandada pelo técnico Thiago Gomes.
Cesinha (Cruzeiro)
Canhoto, rápido e driblador. Cesinha é outro "veterano" da Copinha, com a experiência do ano passado no currículo. Em 2016, ele foi o caçula do time e teve dificuldades em alguns momentos, indo para a reserva, mas o resto do ano lhe trouxe boas notícias: fez um golaço em um treino da seleção sub-18 e chegou a fazer testes no RB Leipzig, atual vice-líder do Campeonato Alemão. Muito habilidoso, é criticado pelo excesso de individualismo em alguns lances.
Renan (Atlético-MG)
O Atlético-MG jogará a Copinha com seu time sub-17, pois os juniores estarão na Florida Cup. E um dos destaques dos juvenis, que conquistaram o título estadual da categoria em 2016, é Renan. Volante que chegou a atuar nos profissionais sob o comando de Diego Aguirre deverá ser o capitão da equipe. Chama a atenção pela regularidade em campo.
Valdemir (Internacional)
Atacante até o ano passado, Valdemir foi deslocado pelo técnico Carlos Leiria para o meio-campo, e como volante teve um bom ano em 2016. Nascido em 1997, o agora camisa 8 colorado se tornou um dos principais jogadores de sua equipe e se destaca pela intensidade, além da boa capacidade de finalização.
Patrick (Grêmio)
Meia habilidoso que cria jogadas pelo lado direito do campo, Patrick tem na sua perna esquerda um trunfo. É com ela que ele aciona os atacantes gremistas, os põe na cara do gol ou dá sequência às jogadas. Faz uma bela dupla com Jean Pyerre, outro destaque do Tricolor Gaúcho.

Guilherme (Santos)
Volante canhoto de 18 anos, Guilherme tem passagens pelas seleções brasileiras de base e é visto como um jogador com características semelhantes às do campeão olímpico Thiago Maia. Versátil, pode jogar também como zagueiro e lateral-esquerdo, e é um dos principais nomes do Peixe para o torneio.
Gustavo Mosquito (Coritiba)
Na "experiente" equipe do Coritiba que vai à Copinha, um dos destaques é Gustavo Mosquito. O atacante de 19 anos chama a atenção pela qualidade com a perna esquerda e atrai, há algum tempo, o interesse de outros clubes brasileiros. É um dos expoentes de uma geração talentosa do clube, que conta também com nomes como Evandro e Yan, já promovidos aos profissionais, e o volante Julio Rusch.
Julian (Atlético-PR)
Um meia pequenininho que esbanja qualidade. Assim pode ser descrito Julian, do Atlético-PR. Com apenas 17 anos, o descendente de japoneses encanta quem o vê em ação e é um dos expoentes da geração 99 no Brasil, sempre dando velocidade ao jogo de sua equipe.
Yan (Vitória)
Um dos craques do time campeão da Copa do Brasil Sub-17 em 2015, Yan já teve oportunidades nos profissionais do Vitória, mas voltou para a base. Agora, é o responsável por comandar o time na Copinha. Canhoto e rápido, atua pelo lado direito como meia-atacante e é uma das principais promessas do Rubro-Negro baiano.
Everson (Bahia)
Um zagueiro visto com muito bons olhos pelo Tricolor. Assim pode ser definido Everson, que recentemente teve sua primeira chance na Seleção sub-20. A boa altura, a eficiência no jogo aéreo e a velocidade foram alguns dos atributos que fizeram com que ele se destacasse na Copa do Brasil Sub-20, em que o Bahia foi vice-campeão.
Luiz Fernando (Figueirense)
Meia-atacante com muito potencial e apenas 17 anos, já tem passagens por seleções de base no currículo e é muito bem visto por várias equipes no Brasil. Destro, atua pelo lado esquerdo e chama a atenção pela leitura de jogo e velocidade de raciocínio.
Adryelson (Sport)
No bom ano que o Sport teve na base, o zagueiro Adryelson foi um dos destaques. Alto, forte e eficiente no jogo aéreo, ele foi um dos comandantes do time em campo na campanha que levou o time às quartas de final da Copa São Paulo e já soma quatro convocações para seleções de base. Além dele, chamam a atenção no Rubro-Negro pernambucano nomes como o volante Pablo Pardal, o lateral-esquerdo Evandro e o atacante Wallace.
Handerson (Ponte Preta)
A Ponte Preta, que já revelou zagueiros como Rodrigo e Fábio Luciano, busca voltar a formar grandes jogadores na posição, e um candidato no momento é Handerson. Aos 18 anos, o zagueiro já chama a atenção de alguns clubes pela boa capacidade pelo alto e pela força física. É um dos nomes a ficar de olho na Macaca.
Guga (Avaí)
Lateral-direito de 18 anos, Guga treina com os profissionais do Avaí já há algum tempo e é visto dentro do clube como um jogador de muita projeção. Baixo, rápido e com ótima bola parada, é sempre uma opção ofensiva interessante para a equipe comandada pelo técnico Fabrício Bento.
fonte  globoesporte.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.