Última hora
recent

Prefeitura Debate com Servidores a Legalidade da Carga Horária

"O prefeito Kiefer, quer que seja cumprida somente a legalidade".
Participaram desta reunião o representante do prefeito o advogado Wellington, o secretário municipal de Educação, professor Arisson, os vereadores Sergioní, PT, Dedê, PT, Tarcisio, PCdoB, Gerranio, PSB, Charles, PP, Rosaldo, PP, presidenta do sinteac, Rosilene Melo, Diretores de escolas e servidores 
De acordo com advogado Wellington Soares, que estava representando prefeito Kiefer, na reunião, o que está se buscando é a legalidade, pois ao assumir a gestão publica municipal a equipe gestora da prefeitura de Feijó, observou-se que existe alguns contratos de trabalhos de servidores municipais, que são de 40 horas outros de 30 horas, entretanto, havia servidores acostumado a cumprir somente 20 horas de trabalho, ou seja, o servidor chegava as 07 horas e saia as 11 horas, ou seja o mesmo trabalhava somente 20 horas.
Diante desta situação o prefeito Kiefer, quer que seja comprido a Lei e os servidores cumpra suas respectivas cargas horárias, pois do jeito que estar é necessário para que se cumprida a carga horária deste servidor faze-se necessário a contratação de um outro servidor terceirizado onerando desta maneira o cofre publico e fazendo com que a gestão publica municipal, não tenha condições de melhorar o salário dos servidores efetivos.
Portanto, com isto, evita-se também que haja contratação de terceirizados de maneira exacerbada e que estes terceirizado se tornem massa de manobra de política e de politicagem, porque é mais fácil manobra o servidor terceirizado, pois se o mesmo perde o emprego perderá o contrato, do que você manobrar um servidor efetivo. O prefeito Kiefer, quer que seja cumprida somente a legalidade. Concluiu o representante do prefeito Kiefer.
De acordo com a presidenta do Sinteac, Francisca Rosilene, é uma situação que sabíamos que a qualquer momento poderia acontecer porque na verdade a Lei diz que o contrato é 40 horas, portanto sabíamos que um outro gestor publico municipal iria a sumir a prefeitura e querer que os servidores compra a carga horária. A presidenta do sindicato está sindicato está atenta a toda está questão e logo que o prefeito chegue de viagem irá marcar uma reunião com o mesmo para que juntos cheguem a um consenso, buscando sempre o melhor para os servidores, Se não o sindicato buscará outras alternativas, fazendo o que for preciso e o que for necessário para defender os interesses da categoria.
De acordo com o Vereador Charles, PP, Se todos os servidores realmente cumprirem sua carga horária que está estabelecida em Lei o prefeito Kiefer, vai poder dar um aumento real e com isto melhor o salários de todos os servidores que está desfazado já alguns anos para os mesmos, pois não vai ser preciso que o prefeito contrate terceirizados para suprir a carga horária dos servidores efetivos.
De acordo com o Vereador Tarcisio, PCdoB, Está reunião é algo que não dá para entender, pois já foi publicado um decreto municipal, que diz que todos os servidores têm que trabalharem oito horas diárias. Então, não da  para entender após a publicação de um decreto, e faz uma reunião para se discutir, não se o quê? Pois já foi decretado, que nenhum servidor pode trabalhar menos de oito horas diárias.
Portanto, os funcionários já estão cumprindo na integra o seus expedientes e foi para isto que todos os servidores fizeram o concurso.
Mas, porém, tem que haver por parte do prefeito Kiefer, sensibilidade e uma maior flexão, pois a 20 a 30 anos atrás nenhum prefeito tomou este tipo de decisão.
Aí vem sua equipe gestora, juntamente com os seus vereadores dizer que estas medidas que serão tomadas são para contensão de gastos, nada disto, pois a atual gestão está fazendo gastos de outras formas, contratando e enchendo a prefeitura de pessoas.
Então, a posição da bancada de oposição é para sensibilizar o prefeito Kiefer, para que o prefeito possa entender e manter estes servidores em suas respectivas funções, como estão, pois, em os mesmos em sua maioria são servidores que lutam com crianças e muito deles têm outros afazeres e até mesmo possuem uma renda extra para complementação de seus salários e manter sua família.
Como que estes servidores vão fazer a partir de agora para pagar alguém para cuidar dos seus filhos e de suas casas, pois os mesmos sequer, em sua maioria ganham um salário mínimo. Os servidores em sua maioria ganham menos de R$ 600, 00 e com uma complementação é que os mesmos conseguem ganharem um salário mínimo.
Então, toda estas questões têm que serem bem discutidas para que se possa chegar a um denominador comum e todos possam ganharem.
fonte   www.feijoac.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.