Última hora
recent

Rio Tarauacá sobe 73 cm em 6h e ultrapassa cota de alerta

O nível do Rio Tarauacá, localizado na cidade de mesmo nome no interior do Acre, subiu 73 centímetros em 6h e ultrapassou a cota de alerta, que é de 8,50 metros. A primeira medição, feita às 7h desta quarta-feira (11), mostrou que as águas estavam a 8,13 metros. Já na medição das 13h, o afluente subiu para 8,86 metros.
Ao G1, o soldado do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros do município Leandro Simões disse que o nível do rio está subindo muito rápido devido as constantes chuvas na cidade. Apesar disso, o bombeiro afirmou que ainda não há nenhum bairro afetado pelas águas.
"De manhã houve uma solicitação no quartel. Era de uma família que mora muito próximo à beira do rio e o barranco está começando a apresentar sinais de quebra. O quartel entrou em contato com a Defesa Civil do município para enviar uma equipe lá. Não fui informado se foram levados para algum abrigo ou coisa do tipo", contou.
O bombeiro revelou também que o nível pluviométrico não é normal para a época do ano. "Estamos monitorando e fazendo acompanhamentos no bairro Senador Pompeu, que fica bem próximo do rio. Lá tem muitas famílias", confirmou.
Enchentes
A cidade de Tarauacá enfrentou uma série de enchentes históricas há dois anos. Foram 12 ocorrências entre novembro de 2014 e março de 2015.
O ex- prefeito da cidade, Rodrigo Damasceno (PT-AC), chegou a decretar estado de calamidade pública em novembro de 2014. O nível do rio ultrapassou os 12 metros e atingiu mais de 70% da cidade.
Em dezembro do mesmo ano, o governo federal liberou R$ 794 mil para cobrir despesas com atendimentos às vítimas da enchente. Em fevereiro de 2015, o ex-prefeito afirmou que a prefeitura estimava um prejuízo de 40 milhões na zona rural e urbana. Já em março de 2015, a União liberou R$ 1.033.210 para a cidade, que deveria ser usado na execução de ações de socorro e assistência.
fonte  g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.