Última hora
recent

Candidata consegue decisão liminar na justiça contra pontuação no processo seletivo do Instituto Socioeducativo

Depois de várias denúncias informais sobre a falta de critérios e não atribuição correta dos pontos para os candidatos ao cargo de agente do Instituto Socioeducativo do Estado (ISE), ao menos uma candidata conseguiu provar isso na Justiça e conquistar o direito de passar para a outra fase.
A desembargadora Waldirene Cordeiro acolheu os argumentos da candidata J.G.S em Mandado de Segurança (TJ/MS: 1000088-27.2017.8.01.0000) e determinou rever a pontuação concedida pelo ISE, passando de 16 para 53 pontos e concedendo o direito a participar da segunda etapa, a entrevista.
O processo seletivo do ISE teve como fase inicial a análise curricular, com valor para os cursos e experiência em segurança e graduação na área social. Mesmo assim, apesar da candidata ter apresentado certificado de ‘vigilante’ por três anos consecutivos e título de graduação em Assistência Social, a pontuação atribuída pela comissão foi de apenas 16 pontos, ao Invés do 53 possíveis.
A desembargadora acolheu os argumentos da candidata e determinou ao ISE atribuir a pontuação “referente a experiência profissional e a graduação Superior da impetrante, a ensejar a convocação da impetrante para se submeter a Segunda Etapa do certame aqui indicado, independente do seu encerramento”.
fonte  contilnetnoticias.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.