Última hora
recent

FEIJÓ SEM CARNAVAL POPULAR TRISTEZA PARA OS FOLIÕES E PARA A ECONOMIA LOCAL

Carnaval não é apenas festa ou descanso. 
O carnaval uma festa secular e de expressão cultural dos povos, que oriunda do século XVI em Portugal, e foi trazida para o Brasil, onde se tornou a maior expressão popular do mundo.
Dito isso, hoje em Feijó muito se discute o uso de verba pública para realização ou não do carnaval, se observamos com atenção durante a festa, há geração de empregos diretos e indiretos, que proporciona aquecimento da economia local, por exemplo, contratação de garçons, seguranças, cozinheiros entre outros. Há ainda toda logística da festa que gera mais empregos. Sem contar com a vinda de turistas e pessoas que vem visitar seus familiares em Feijó, tudo isso trás renda para o município, então pensar que o uso de verba publica e prejudicial ao município e julgar sem ter discernimento para tal, me parece falácia de conversa de esquina. Basta ir a qualquer comerciante e perguntar se o carnaval é bom ou não para as vendas, posso afirmar que a grande maioria responderia que nesse período suas vendas tem aumento considerável, vale ressaltar que não se aplica apenas nas vendas de bebidas, mas em vestuário, alimentação, farmácia, fabrica de gelo, rede hoteleira entre outros.
A imagem pode conter: 28 pessoas, pessoas sorrindo
Em Feijó sempre teve fama de ser um dos melhores carnavais popular do estado, isso atraia muitos foliões de outros municípios, por conta da organização e segurança. Hoje o que se ver e um descaso e uso de desculpas para não realização do evento, escuta-se que o dinheiro da festa será aplicado em saúde, educação, operação tapa buraco, ou simplesmente que não tem dinheiro, ok, passamos por um período de crise no pais inteiro, mas existe outras formas de conseguir esse dinheiro sem ser das contas do município, existe uma coisa chamada parceria, que talvez nosso governante não queira ou não quer ter, incentivos, patrocínios e mais. Querem um exemplo, que tal ter parceria com uma marca de cerveja, que terá a exclusividade de venda na festa, em troca patrocinaria a prefeitura, outro exemplo? Que tal ir no comercio local fazer uma visita e explicar os benefícios da festa para Feijó, para conseguir patrocínio, existem os bancos que sempre vemos patrocinar eventos, por que não procura-los? Se depois desse carnaval a ruas estiverem sem buracos, os postos sem fila, e com remédios, médicos suficientes e capazes, se essa “economia de recursos” salvar nosso município, eu mesmo vou pra frente da prefeitura bater palmas. Outro questionamento, e pra aqueles que investiram no seu negocio para atender a demanda do carnaval? Para os blocos de rua, que já mandaram confeccionar seus abadas? Tais como, Galera do Fórum que a mais de uma década fazendo diferença no carnaval, mesmo a maioria de seus participantes morando na Capital , Tia Delma Arrasta Quenga que sempre demostrou ser um bloco organizado e q foi vencedor de vários concursos , Bloco do Barão do Rio Branco, Bloco do Poker,Etc.Sem contar com os donos de barracas que se preparam para faturar aquela grana extra.Que reflitamos sobre isso sem colocar religião, questões politicas ou pessoais.
fonte do texto  
Genival Campos
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.