Última hora
recent

Fracassa a tentativa de negociação entre MPAC e governo; servidores irregulares serão demitidos

O deputado Raimundinho da Saúde (PTN) recebeu na manhã desta quinta-feira (2) a confirmação do Ministério Púlblico do Estado do Acre (MPAC) de que não será possível um termo de ajuste de conduta para propiciar uma substituição menos traumática dos servidores considerados irregulares. Com isso, todos os 380 servidores, a maioria de trabalhadores na Secretaria de Saúde, serão sumariamente demitidos nos próximos 45 dias.
Conforme ligação telefônica entre o deputado e o promotor do caso, houve uma reunião com os representantes governamentais, os quais estariam aceitando um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para permitir um prazo para a adequação e substituição dos servidores irregulares.
Contudo, um grupo de servidores concursados esteva no MPAC e ameaçou entrar com ação contra o promotor se as demissões não forem imediatamente realizadas. Por conta disso, informou o deputado Raimundinho da Saúde, muitos setores serão prejudicados. “Um exemplo disso é o setor de nefrologia da Fundação Hospital do Acre, a Fundhacre. Este setor, cujos profissionais são altamente especializados, vai perder toda a equipe e pode acontecer de paralisar os serviços, colocando em risco muitas vidas”.
O deputado pretende se reunir ainda nesta quinta-feira com os representantes sindicais para verificar quais as providências a serem tomadas e também para a imediata atuação da comissão de sindicalistas para acompanhar os processos de demissão e contratação.
fonte  contilnetnoticias.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.