Última hora
recent

DNIT no Acre ganha autonomia e deve abrir novas vagas de emprego

Com o status de superintendência o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Acre ganha mais autonomia e celeridade para executar as obras no estado. Com isso, o departamento precisará de mais servidores, e um novo concurso não está descartado pelo superintendente, Thiago Caetano.
O superintendente regional do DNIT no Acre foi nomeado na quinta-feira, 16, em publicação da edição do Diário Oficial da União (DOU), por meio da portaria de número 122 de 15 de março de 2017 do Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella.
Segundo Thiago, como superintendência, o DNIT no Acre ganha autonomia para planejar, para definir as prioridades e controlar o orçamento. Além disso, passa a ter mais celeridade em análises, aprovações e tramitações, o que faz com que as licitações e as obras andem mais rápido.
O poder de fiscalização dos contratos também aumenta, pois toda a sistemática de fiscalização e punição das empresas vai ocorrer no próprio Estado.
Outro ponto, é que como superintendência o DNIT Acre passa a ser uma voz ouvida em Brasília. “Assim nossas demandas ganham mais forças, assim a gente consegue liberar mais projetos e orçamentos, e passa a fazer parte de todos os programas do DNIT”, relata Thiago.
“Isso para o Acre todo significa um ganho significativo na infraestrutura principalmente nas BRs”, afirma o superintendente.
Concurso
A expectativa é de um novo concurso, para suprir a necessidade da superintendência. Mas inicialmente, servidores terceirizados na área de gestão e fiscalizaçãoo devem ser contratados, relata o Thiago. “Com certeza o Acre vai ser beneficiado com um concurso, nos vamos lutar por isso”, afirma.
Evento de nomeação
Para oficializar a nomeação, um evento será realizado na sede do DNIT, em Rio Branco, na manhã de quinta-feira, 23, onde serão convidados autoridades politicas e administrativas do estado. Um dos diretores do departamento em Brasília também deve comparecer ao evento.
Projeto de reconstrução da BR-364 está pronto
Perfil
Thiago Caetano tem 32 anos, é formado em engenharia civil pela Universidade Federal do Acre, e tem ainda pós-graduação e mestrado, na área. Ele é servidor de carreira do departamento, aprovado em 1o lugar no concurso de 2013. Caetano é do Rio de Janeiro mas mora no Acre desde que era criança.
BR- 364
Em entrevista anterior, Thiago informou que 400 quilômetros BR-364 entre Sena Madureira e o Rio Liberdade, em Cruzeiro do Sul serão reconstruídos. A obra deve ter o custo de R$ 1 bilhão.
O projeto de reconstrução está em pronto, e deve ser licitado até o meio de 2017. Nesta obra haverá a ampliação da plataforma, criação de banquetas, correção da inclinação da pista, melhorias na drenagem da pista e a elevação de um novo revestimento.
“O projeto está pronto, na verdade é um anteprojeto feito pela empresa Dynatec e já está protocolado no DNIT em Brasília. Agora, ele está em diversos setores em análise técnica para que seja feito os ajustes necessários. A nossa expectativa é que até o meio do ano a gente possa licitá-lo”, relata Thiago.
Em abril, o DNIT planeja reunir a classe de engenharia para debater o projeto de reconstrução com participação de um técnico especializado da área de geotécnica, e uma doutora na área de pavimentação. O evento ainda não tem data marcada mas deve ocorrer na Ufac.
“O projeto será debatido com engenheiros do estado que realmente conhecem as peculiaridades do Acre, para que ao final o projeto tenha um resultado positivo”, diz.
fonte  www.jornalatribuna.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.