Última hora
recent

Pedido de explicação sobre merenda escolar e tapa-buracos é reprovado na Câmara

A sessão da câmara de vereadores desta terça feira (7) foi uma das mais polêmicas. Gritarias, acusações e discursos acalorados marcaram os trabalhos legislativos esta manhã. A maior polêmica foi sobre a apresentação de dois requerimentos assinados pelos cinco vereadores da bancada de oposição.
Um deles convocava o secretário de obras e vice-prefeito Cláudio Braga para ir até a câmara prestar esclarecimentos sobre os serviços de tapa-buracos que acontecem na cidade. Os vereadores que fazem oposição ao prefeito Kiefer Cavalcante disseram que os serviços estão sendo feitos no mesmo lugar várias vezes e não tem resultado positivo.
“A gente quer saber porque isso está acontecendo porque é dinheiro público que está sendo jogado fora e quando chegar no período do verão vai fazer falta. Estão sendo comprados tijolos,barro, areia e diesel e tudo está indo pelo ralo. Então nós queremos saber o que está acontecendo”, comentou o líder da oposição, Vereador Mauro Deferson.

O outro requerimento solicitava que a prefeitura enviasse à câmara de vereadores, as notas fiscais da compra da merenda escolar para ciência dos vereadores se aconteceu licitação ou compra direta. Segundo a oposição é proibida a compra direta da merenda escolar.
Os oposicionistas disseram que existem relatos de que a compra da merenda escolar para as escolas municipais estaria sendo feita por uma pessoa da secretaria de obras. O que foi classificado como absurdo.
Os vereadores da base do prefeito, que totalizam oito Edis, votaram contra os dois requerimentos. O vereador Mauro Deferson (PT) disse que respeita o voto dos colegas, mas os situacionistas demonstram que dessa forma assumem que não há tanta clareza nos processos da prefeitura como defende a situação.
Os vereadores da base votaram contra, mas disseram que vão oficializar a ida do secretário de obras à câmara para prestar tais esclarecimentos.
“Nós reprovamos porque os requerimentos foram baseados em conversa de terceiros quando a oposição não apresenta nenhuma prova, mas a gente solicitou ao secretário que ele venha aqui na próxima sessão se explicar sobre as denuncias que o pessoal da oposição está fazendo”, disse o líder do prefeito na casa vereador Charles Guimarães.
fonte  www.correiodoacre.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.