Comando da Polícia Militar do Acre vai investigar vídeo que mostra policiais espancando dois homens - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Comando da Polícia Militar do Acre vai investigar vídeo que mostra policiais espancando dois homens

Comando da Polícia Militar do Acre vai investigar vídeo que mostra policiais espancando dois homens

Share This
No dia em que a Segurança Pública recebeu reforço de 32 veículos, 10 motocicletas e 612 coletes balísticos para as Polícias Militar e Civil do Acre, em um investimento de mais de R$ 4 milhões, três policiais militares de nomes ainda não divulgados protagonizaram uma cena de violência que indignou internautas.
Após algemar em abordagem três elementos, os policiais militares, mesmo com os suspeitos deitados ao chão, sem esboçar nenhum tipo de reação, começam a espanca-los com chutes, socos e golpes de um objeto que aparente ser um pedaço de madeira.
As cenas foram gravadas de dentro de uma residência e o vídeo ganhou as redes sociais. A violência ocorreu nas proximidades do bairro São Francisco, na parte alta da cidade, no residencial Angico. Segundo um policial do 5° Batalhão, que não quis se identificar, os suspeitos detidos pelos policiais tinham acabado de tentar roubar um carro e foram surpreendidos pela polícia, mas reagiram e abriram fogo contra a guarnição.
Por conta disso, no calor do momento os policiais, infelizmente, após prender os agressores os militares acabaram protagonizando as imagens que circulam nas redes sociais. Em nota na noite desta quarta-feira (26), o comando da Polícia Militar do Acre informou já identificou os policiais e que os eles estão presos. Um inquérito foi aberto para investigar o fato.
Ainda de acordo o comando: “Esse tipo de ação é completamente repudiada pelo comando, oficiais e praças, e muito nos entristece, pois vai contra a nossa missão constitucional e princípios de Direitos Humanos. A sociedade acreana pode ter certeza que haverá uma apuração correta, proporcional e observando os direitos constitucionais de todos os envolvidos”, afirmou o coronel Júlio César.
fonte  contilnetnoticias.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages