Última hora
recent

Jovens espancandos por policiais são soltos após não serem reconhecidos por testemunhas como autores de assalto; PMs devem ficar 10 dias presos



Francisco Lucas e Raimundo Nonato, dois dos acusados de assalto que foram espancados a pauladas e pontapés por policiais militares na rua Angico, no bairro São Francisco, prestaram depoimento na Delegacia de Flagrantes e foram liberados porque não foram reconhecidos por testemunhas como assaltantes. Apenas Daniel Oliveira, que tinha um mandado de prisão em aberto por causa de crimes de roubo, assalto e estupro, permaneceu na delegacia e deve ser encaminhado ao presídio.

Os três haviam sido presos nesta quarta-feira após policiais do Quinto Batalhão da PM serem acionados para atender a uma ocorrência de roubo em uma parada de ônibus. Os assaltantes estariam em um Eco Sport prata e teriam levado um celular durante o assalto.



Na busca pela rua Angico, os policiais avistaram o veículo supostamente envolvido no crime onde estavam os jovens. Quando os acusados perceberem que iriam ser abordados tentaram fugir no carro, mas foram alcançados e após algemados e imobilizados no chão foram espancados. Tudo foi filmado por meio de um celular de um morador da rua onde ocorreu a ação.

Assim que o comando da Polícia Militar do Acre tomou conhecimento do ocorrido, os militares envolvidos foram detidos. Eles devem ficar presos no quartel por dez dias. A Corregedoria da Polícia Militar abriu uma sindicância para apurar a conduta dos militares.

Fonte: http://www.ac24horas.com
William Silva

William Silva

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.