Última hora
recent

Jovens espancandos por policiais são soltos após não serem reconhecidos por testemunhas como autores de assalto; PMs devem ficar 10 dias presos



Francisco Lucas e Raimundo Nonato, dois dos acusados de assalto que foram espancados a pauladas e pontapés por policiais militares na rua Angico, no bairro São Francisco, prestaram depoimento na Delegacia de Flagrantes e foram liberados porque não foram reconhecidos por testemunhas como assaltantes. Apenas Daniel Oliveira, que tinha um mandado de prisão em aberto por causa de crimes de roubo, assalto e estupro, permaneceu na delegacia e deve ser encaminhado ao presídio.

Os três haviam sido presos nesta quarta-feira após policiais do Quinto Batalhão da PM serem acionados para atender a uma ocorrência de roubo em uma parada de ônibus. Os assaltantes estariam em um Eco Sport prata e teriam levado um celular durante o assalto.



Na busca pela rua Angico, os policiais avistaram o veículo supostamente envolvido no crime onde estavam os jovens. Quando os acusados perceberem que iriam ser abordados tentaram fugir no carro, mas foram alcançados e após algemados e imobilizados no chão foram espancados. Tudo foi filmado por meio de um celular de um morador da rua onde ocorreu a ação.

Assim que o comando da Polícia Militar do Acre tomou conhecimento do ocorrido, os militares envolvidos foram detidos. Eles devem ficar presos no quartel por dez dias. A Corregedoria da Polícia Militar abriu uma sindicância para apurar a conduta dos militares.

Fonte: http://www.ac24horas.com
William Silva

William Silva

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.