Última hora
recent

Adolescente foi morto a tiros por defender cachorro de pedrada, diz polícia


Uma discussão após ter defendido o cachorro pode ter motivado o homicídio do jovem Francisco Aldo Miranda, de 17 anos, morto a tiros enquanto fazia trabalho de aula na casa de um vizinho em Cruzeiro do Sul. O crime ocorreu na quarta-feira (3) e teria sido motivado após um dos suspeitos tentar agredir o cachorro da vítima, segundo a polícia.
O delegado Lindomar Ventura, que está a frente do caso, diz que o estudante não tinha passagem pela polícia e que foi ameaçado após o desentendimento.
“Pelo o que conseguimos apurar a motivação foi devido a uma discussão dias antes quando, o Aldo teria defendido o cachorro dele que foi agredido com uma pedra por um dos acusados, que jurou matar ele”, diz o delegado.
Ventura diz ainda que foram identificados dois menores como os possíveis autores do crime. A dupla é moradora do bairro Formoso, mesmo local onde o jovem foi morto.
“Como passou o flagrante, apesar de termos feito uma intensa procura, estamos fazendo o procedimento para entregar a Justiça pra que seja finalizado e eles apresentados como os autores do homicídio”, finaliza.
Entenda o caso
O jovem de 17 anos foi morto no bairro do Formoso na quarta-feira (3). Segundo a família, ele já estava sendo ameaçado há dias. Dois suspeitos chegaram a pé e efetuaram os disparos contra a vítima, que fazia um trabalho escolar. Ele morreu no quintal da casa do vizinho.
Por: Josy Monteiro
 Da Redação: avozdafronteira.com (com informações: g1.globo.com)
William Silva

William Silva

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.