Última hora
recent

Cimi denuncia estrada peruana que prejudica índios isolados no Acre

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) Organismo vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) denunciou esta semana que os índios isolados que habitam a região entre Acre e Peru estão ameaçados com o projeto de construção da estrada ligando as localidades peruanas de Puerto Esperanza a Iñapari.
O projeto de construção da estrada já foi aprovado pelo Congresso peruano e pode a qualquer tornar-se realidade mesmo a contragosto das comunidades indígenas da região. O traçado previsto da estrada acompanha tanto a fronteira seca entre Peru e Brasil como a fronteira definida pelo rio Acre entre ambos os países e atravessa as cabeceiras dos rios Acre, Iaco, Chandless e outros que cruzam a linha de fronteira seca.
Caso construída, a estrada trará enormes impactos socioambientais ao Acre ao departamento de Madre de Dios, diz o Cimi. “ Os impactos diretos e indiretos não ocorrerão só do lado do Peru, onde a estrada seria feita, mas também serão fortes do outro lado da fronteira, no Acre, afetando os povos indígenas da região e seus territórios”, diz o Conselho, reafirmando que os maiores prejudicados serão as tribos isoladas. O Cimi encaminhou o protesto às autoridades peruanas.
fonte  www.ac24horas.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.