Dnit inicia obras de restauração em trecho da BR-364 com 150 km - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Dnit inicia obras de restauração em trecho da BR-364 com 150 km

Dnit inicia obras de restauração em trecho da BR-364 com 150 km

Share This
Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Acre (Dnit) anunciou nesta segunda-feira (3) o início das obras de restauração de um trecho de ao menos 150 quilômetros da BR-364 entre as cidades de Rio Branco e Sena Madureira. O investimento inicial é de R$ 14 milhões, segundo superintendente do Dnit no estado, Tiago Caetano.
Conforme Caetano, a ordem de serviço da obra foi assinada nesta segunda (3) e as obras devem começar ainda essa semana. A expectativa do órgão é que no período de dois meses o trecho esteja recuperado e com boas condições de tráfego.
O superintendente explica que no primeiro momento a obra segue de Rio Branco até o Rio Andirá, por meio de licitação. Desse trecho em diante continua em parceria com entre o Dnit e o 7º Batalhão de Engenheira e Construção (7º BEC).
Caetano destacou ainda a importância de ter uma superintendência do órgão no Acre, o que ocorreu somente em março deste ano. Segundo ele, isso facilita os processos de recuperação de rodovias do estado.

Dnit iniciou obras de restauração em trecho da BR-364 (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre)
“Ano passado sofremos muito, pois éramos ligados a Rondônia. Infelizmente o processo licitatório foi arquivado e depois que conseguimos desarquivar foi cancelado. Então, a gente sofreu muito e realmente o trecho ficou mais de um ano sem manutenção. Em março isso foi levado para Brasília e essa é a primeira ordem de serviço dada pela superintendência do Acre”, destaca.

Quanto ao trecho da BR-364 entre Sena Madureira, Feijó e Cruzeiro do Sul, que é um dos mais críticos, Caetano diz que já está passando por obras. Ele explica que foi feita uma licitação e as obras preliminares começaram em dezembro para que o trecho não fosse fechado no período de chuvas.
“Há cerca de duas semanas começamos duas frentes do trabalho e se hoje uma pessoa for de Sena Madureira até Tarauacá vai ver ao menos seis frentes de trabalho. A expectativa é que a gente avance rápido e até o final do verão deixemos esse trecho todo recuperado”, diz.
fonte  g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages