Última hora
recent

TARAUACÁ: FORÇAS ARMADAS E SEGURANÇA PÚBLICA OCUPAM PRESIDIO MOACIR PRADO EM BUSCA DE DROGAS, CELULARES, ARMAS E OUTRO ILÍCITOS.



Desde as primeira horas da manhã desta quinta feira mais de 300 homens das forças armadas e membros das forças de seguranças locais, ocupam o presídio Moacir Prado, fazendo uma varredura em busca de encontrar materiais ilícitos utilizados pelos presidiários.



De acordo com o Decreto Presidencial de 17 de janeiro de 2017, o Presidente da República autorizou o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, nas dependências dos estabelecimentos prisionais do país, para realizar a detecção de materiais ilícitos e proibidos. Caberá aos órgãos dos governos estaduais apreender, recolher e dar o devido destino legal aos materiais encontrados pelo Exército Brasileiro.
Assim, 17ª Brigada de Infantaria de Selva está realizou ações de Garantia da Lei e da Ordem, nesta quarta feira, 13 de julho, iniciando a partir do nascer do sol, com fim de promover a  varredura nas dependências das instalações carcerárias do COMPLEXO PENITENCIÁRIO “MOACIR PRADO”, localizado na cidade de Tarauacá-AC.
A Operação contou com a participação de 303 militares das forças armadas e 66 integrantes de órgãos locais da segurança pública. foram utilizadas  36 viaturas, 17 detectores de minas, 2 detectores de equipamentos  eletrônicos, 7 cães farejadores e outros meios. Juntamente com a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, operaram a Marinha do Brasil, Força Aérea Brasileira, Ministério público Miliar, Polícia Militar, Polícia civil, Corpo de bombeiros e Instituto de Administração Penitenciária – IAPEN do Estado do Acre.
Na Operação Varredura foram apreendidos os seguintes materiais: 9 tabletes de substância suspeita (Provavelmente entorpecentes), 203 objetos cortantes e mais 84 instrumentos perfurantes que poderiam ser utilizados como arma, 8 pêndulos improvisados para drogas, 15 cachimbos improvisados para uso de drogas, 3 pacotes de fumo, 42 isqueiros, 47 barras de ferro, 1 baladeira, 1 aparelho celular, 4 fogareiros improvisados, além de outros objetos proibidos dentro da unidade prisional.
O general José Eduardo Leal de Oliveira, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, sediada em Rondônia, coordenou os trabalho.
O Presídio Moacir Prado tem capacidade para receber 80 presos e atualmente conta com 370 homens.
COMUNICAÇÃO SOCIAL DA 17ª BRIGADA DE INFANTARIA DE SELVA/EXÉRCITO BRASILEIRO/BRAÇO FORTE – MÃO AMIGA
       
Fonte: http://portaltarauaca.com.br
William Silva

William Silva

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!

Clique na imagem para entrar em contato

Tecnologia do Blogger.