Última hora
recent

Três menores são apreendidos por tentativa de incêndio a prédio público em Tarauacá

Com a promessa de que receberiam material para fazer pipas, dois meninos, um de dez e outro de 11 anos, foram apreendidos na manhã desta terça-feira (8) após uma tentativa de incêndio a um prédio público em Tarauacá. O mandante do crime, um adolescente de 17 anos, também foi apreendido, segundo informou a Polícia Militar (PM-AC).
No local, funcionam as sedes do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf), Instituto de Terras do Acre (Iteracre) e Secretaria de Estado de Agropecuária (Seap).
Ao G1, a PM informou que os dois meninos usaram fósforos e iniciaram um incêndio em uma área de mata atrás do prédio. A administração do local relatou que funcionários perceberam a fumaça e viram que a dupla acendia os fósforos e jogava em um monte de folhas secas. Caso não tivessem percebido a ação, as chamas teriam atingido o prédio, segundo o Idaf.
A PM afirma que o incêndio está ligado à onda de violência que ocorre desde o último sábado (5). Os ataques criminosos, segundo a Segurança Pública, são uma retaliação de facções criminosas após o bloqueio de sinal telefônico nos presídios de Rio Branco.
Ainda em Taraucá, o Corpo de Bombeiros confirmou o registro de três tentativas de incêndios a três casas e quatro pessoas foram presas acusadas de envolvimento nos ataques.
A noite, por volta de 18h, um princípio de incêndio foi registrado em uma casa no bairro Senador Pompeu e as chamas foram contidas pelos moradores. No mesmo bairro, às 19h30, outra casa sofreu uma tentativa de incêndio e logo depois, às 22h41, mais uma casa teve um princípio de incêndio.
Ataques
Os secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela, afirmou que a Segurança deve instalar bloqueadores de sinal de celular em todas as unidades prisionais do Acre. A informação foi divulgada durante entrevista ao Jornal Acre TV, da Rede Amazônica.
Portela informou na mesma entrevista que subiu para 31 o número de presos suspeitos de participação nos ataques criminosos. Ele acrescentou que armas de fogo, veículos e outros materiais que poderiam ser utilizados na execução de novos crimes foram apreendidos durante o final de semana.
O secretário reiterou que o trabalho nesta semana continua nos mesmos moldes, com todo o efetivo envolvido – incluindo policias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e ainda Exército. No domingo (6), mais de 400 homens foram convocados para o policiamento na capital, além dos 150 que normalmente atuam na cidade.
A onda de violência começou na noite do sábado e manhã de domingo, em Rio Branco. Até aquele momento, quatro ônibus haviam sido incendiados e o transporte coletivo foi paralisado temporariamente.Foi necessária escolta policial para que os veículos voltassem a circular.O interior do estado também teve ocorrências.
Na sexta (4), a Segurança Pública chegou a remanejar 22 presos para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) no Presídio Antônio Amaro, de segurança máxima – o que também foi apontado como fato motivador aos atentados.
fonte  g1.globo.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.