Última hora
recent

Agentes do Imac aplicaram uma série de multas que já chega a R$ 720 mil por derrubada ilegal no município de Feijó

Fiscais do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), em parceria com o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), realizaram mais uma operação contra crimes ambientais.
Na quarta-feira, 20, os agentes sobrevoaram áreas em Feijó e identificaram vestígios de desmatamento ilegal em pelo menos cinco propriedades. As áreas são de difícil acesso e ficam às margens do Rio Paraná do Ouro.
“Temos utilizado grande parte da estrutura do estado nas fiscalizações. Nessa região está concentrada a maioria dos focos de calor identificados pelos satélites. Viemos, autuamos e embargamos as áreas”, disse Paulo Viana, diretor-presidente do Imac.

A operação desencadeada pelo poder público continua. Os agentes se deslocam nesta quinta-feira para a região de Tarauacá, onde darão prosseguimento às ações de fiscalização.
A atividade integra a operação Floresta Viva, que já aplicou mais de R$ 720 mil em multas e embargou mais de 180 hectares de áreas, em 50 polígonos críticos identificados.
“Nós já superamos a casa dos 40 autos de infração e de embargo lavrados. Nossas equipes estão divididas em todas as regionais do estado”, lembrou Paulo Viana.

fonte  www.agencia.ac.gov.br
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.