Jovem acusado de agressão nega ato e diz estar sendo ameaçado após postagem no Facebook - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Jovem acusado de agressão nega ato e diz estar sendo ameaçado após postagem no Facebook

Jovem acusado de agressão nega ato e diz estar sendo ameaçado após postagem no Facebook

Share This
O jovem Thalisson Andrade, de 20 anos, disse ao G1, nesta quinta-feira (28), que deve acionar a justiça contra uma estudante de 23 anos que o acusa de agressão e de ter danificado o carro dela no último dia 19.
A menina contou que, após uma peça, Andrade puxou seu braço, chegando a lhe dar um tapa e um soco no braço esquerdo.
Após isso, o jovem, segundo a garota, teria danificado alguns carros que estavam estacionados, inclusive o dela. Andrade contou que a agressão não ocorreu, mas que realmente se exaltou danificou alguns veículos.
Ele diz que estava embriagado e que não lembra de nada. Mas, que os dois amigos que o acompanharam podem confirmar que ele não a machucou. A jovem registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal dolosa e danos simples.
“É bem simples, não toquei nessa garota. Assumo o que eu fiz, que foi sair correndo por cima dos carros, mas eu não toquei nela. Lógico que ela deve ter ficado magoada porque acabei danificando o carro dela, mas não tem como usar minha imagem e dizer que sou isso e aquilo, ainda dizendo que foi abusada e no final me colocar como abusador”, reclama.
Ele se refere à página pessoal da jovem no Facebook. Em uma postagem, ela usa uma foto de Andrade e escreve um texto dando a versão do ocorrido. O jovem diz ainda que no dia ele se excedeu devido à ingestão de álcool.
Desde que tudo aconteceu, ele diz que evita sair de casa e teve que desativar o perfil do Facebook, porque recebeu várias ameaças. Andrade conta também que está com medo.
"Tô sofrendo ameaça, não de morte. Mas, as pessoas diziam que iam me bater e cortar minha genitália. Não posso mais andar de ônibus porque sou ameaçado. As pessoas agora me veem como se eu fosse um estuprador, agressor, um cara que arrasta a pessoa à força e não sou nada disso. Não encostei nela”, se defende.
A jovem contou que no dia não chegou a fazer corpo de delito porque estava tarde, mas garante que tem testemunhas que confirmam a abordagem do rapaz. A audiência que estava marcada para ocorrer nesta quinta ainda na delegacia foi adiada para sexta-feira (29).
“Eu vou entrar com um processo contra ela por conta do uso da minha imagem, porque quando eu provar que isso é uma grande mentira vai sobrar pra ela. Eu fico apreensivo do que pode acontecer comigo. A qualquer momento alguém pode fazer um mal contra mim”, finaliza.
O G1 entrou em contato com o a estudante, mas não conseguiu até esta publicação.
fonte   g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages