Última hora
recent

Justiça absolve homem acusado de divulgar fotos íntimas da ex-companheira

A Justiça do Acre negou o pedido de condenação de um homem que teria divulgado fotos íntimas da ex-companheira no WhatsApp e Facebook. Para a juíza Olívia Oliveira, titular da 5ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, as provas apresentadas pela acusação são insuficientes para comprovar o suposto crime. A decisão da magistrada ainda não fui publicada no Diário da Justiça Eletrônico.
O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) informou, por meio da assessoria, que o caso corre sob segredo de justiça e que mais informações não poderiam ser repassadas. Durante o processo, o homem negou ter espalhado fotografias da ex e afirmou que ela tentava prejudicá-lo.
Na ação, a mulher alegava que o ex-marido pegou o celular dela durante uma discussão. Ainda de acordo com mulher, depois da briga, alguns amigos a procuraram para avisar que fotografias íntimas dela estavam sendo compartilhadas pelo aplicativo de mensagens e rede social.
Por danos morais, ela pediu uma indenização de R$ 70 mil. Ao indeferir a ação, a juíza alegou que a mulher não apresentou novas provas que pudessem fundamentar a queixa durante as audiências.
“Embora se reconheça que condutas como as narradas na exordial sejam praticas às ocultas, sem a presença de testemunhas, isso não retira da parte autora o ônus de trazer o mínimo de prova do alegado”, disse a magistrada na sentença.
A magistrada, de acordo com o TJ, falou ainda na decisão que “a autora não conseguiu demonstrar por meio de provas contundentes a conduta ilícita praticada pelo réu. As provas são frágeis, uma vez que, além da negativa do réu, a versão apresentada pela autora não foi confirmada, não transmitindo a certeza e segurança necessárias para determinar a reparação pleiteada”.
Com informações do site G1 Acre
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.