Polícia elucida crime e prende suspeitos de matar compradores de gado no Ramal do Mutum - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Polícia elucida crime e prende suspeitos de matar compradores de gado no Ramal do Mutum

Polícia elucida crime e prende suspeitos de matar compradores de gado no Ramal do Mutum

Share This
A Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (06), apresentou os resultados de uma investigação que durou aproximadamente três meses para desvendar o mistério que pairava sobre a morte dos compradores de gado, Fernando de Oliveira (54) e Jean Carlos de Almeida (42). Segundo as investigações, as vítimas foram alvos de um crime de latrocinio, arquitetado por uma mulher e praticado por dois homens no Ramal do Mutum.
O crime teria acontecido no dia 8 de junho em uma propriedade. De acordo com os familiares de Fernando Oliveira, ele teria saído por volta das 15h, levando dinheiro, dizendo que iria com o amigo, Jean Carlos, negociar a compra de bois. A motocicleta em que estavam foi encontrada dois dias depois jogada dentro de um igarape no Ramal do Mutum e os corpo foram encontrados um mês depois, ocultados em uma cova raza, um em cima do outro, provavelmente assassinados a golpes de paulada.
Irades da Silva Barros Filha (28), seria a mulher que arquitetou todo o plano de compra e venda de gado para trazer as vítimas até a sua propriedade no Ramal do Mutum onde o dinheiro, em torno de 5 mil reais foi subtraído e em seguida, foram mortos a golpes de paulada. Charles Fernandes de Araújo, de 28 anos foi quem teria matado as vítimas e Jesse Oliveira Rodrigues, a pessoa que contribuiu na remoção e ocultação de cadáver.
"os dois homens suspeitos foram presos há cerca de um mês mediante mandado de prisão preventiva, já Irades, ciente de que iria ser presa a qualquer momento, se apresentou na Delegacia de Investigações Criminais (Dic), na tarde de ontem, terça-feira (05), esperando obter algum benefício. Nós passamos três longos meses tentando desvendar este crime, que consideramos complexo e o maior crime contra o patrimônio já praticado aqui no estado. Além deste duplo homicídio Irades também é suspeita de participar de um outro crime ocorrido no município de Plácido de Castro, com o mesmo modo operante ", disse o delegado Fabrizzio Sobreira
fonte  www.oriobranco.net

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages