Última hora
recent

Vendedor de picolé é condenado a 11 anos de reclusão por estuprar criança em Manoel Urbano

O vendedor de picolés tinha amizade com a família e sempre dava brindes à vítima/Foto ilustrativa
B.A.S está preso desde julho por estupro de vulnerável, cometido contra uma vítima de seis anos de idade. Ele foi condenado a 11 anos e oito meses de reclusão, em regime fechado, pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca de Manoel Urbano. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre optou por omitir o nome do condenado e a ContilNet não tem acesso a essa informação, pois ela está em segredo de justiça.
O vendedor de picolés tinha amizade com a família e sempre dava brindes à vítima. No dia do crime, os pais estavam ausentes. O homem afirmou em Juízo acreditar ter sido tentado por entidades sobrenaturais de natureza maléfica.
Além da confissão, houve testemunho de vizinhos enfatizando o comportamento duvidoso do réu, o que harmonizou com as provas coletadas e depoimento da vítima.
O vendedor de picolés tinha amizade com a família e sempre dava brindes à vítima. No dia do crime, os pais estavam ausentes. O homem afirmou em Juízo acreditar ter sido tentado por entidades sobrenaturais de natureza maléfica.
Além da confissão, houve testemunho de vizinhos enfatizando o comportamento duvidoso do réu, o que harmonizou com as provas coletadas e depoimento da vítima.
A juíza Isabelle Sacramento ressaltou ainda o acusado ter praticado o ato libidinoso aproveitando-se da hospitalidade da sua família, vez que a mãe da vítima era sua prima e sempre permitia que este estivesse na presença de seus filhos.
Na dosimetria foi estabelecido que a culpabilidade é elevada, já que foi praticado contra criança de pouca idade e valendo-se de relação de amizade existente entre o réu e os genitores da vítima.
A sentença confirmou o crime sexual está descrito no artigo 217-A, combinado com artigo 61, inciso II, alínea “f”, ambos do Código Penal. Foi negado ao réu o direito de recorrer em liberdade.

fonte  contilnetnoticias.com
equipe giro feijó

equipe giro feijó

Comentários desta notícia

Atenção, não somos responsáveis pelo conteúdo do comentário que você escrever aqui, mas podemos exluir se for necessário!
Tecnologia do Blogger.